Mobilidade

Mercado automóvel nacional recua 7,6% em novembro, mas elétricos estão a subir

Crise dos semicondutores ou maior desconfiança dos consumidores atira o mercado de automóveis novos para uma quebra de 33,4% em relação a 2019
Vendas automóveis
Vendas automóveis

De acordo com os dados mais recentes divulgados pela ACAP, no mês de novembro de 2021 foram matriculados em Portugal 13 935 veículos novos, passando o total anual até à data a ser de 163 944 unidades. Destes, em novembro, 10 928 são ligeiros de passageiros e, no acumulado o ano já leva com 134 029 de veículos automóveis ligeiros de passageiros.

Estes dados revelam quebra de vendas de 7,6% e de 33,4% respetivamente a 2020 e 2019 . No acumulado do ano as vendas seguem agora com variação positiva de 2,2% face a 2020, mas com variação negativa de 35,0% em relação a 2019.

De notar que 2020 foi um ano com a pandemia do COVID-19 a afetar severamente os negócios. Já, em 2021, existe ainda a problemática da falta de chips que está a atirar, literalmente, as ordens de compra para meados do próximo ano.

Vendas de eletrificados em Portugal

Ainda de acordo com dados da Associação Automóvel de Portugal, foram matriculados 5301 veículos que recorrem a energias alternativas: elétrico (15% do mercado), plug-in híbrido (11%), híbrido (11%), GPL (3%) ou GNC (0,4%).

As vendas de veículos eletrificados e outras energias, representaram assim 37,9%, do total de vendas de veículos automóveis, em novembro.

No acumulado desde janeiro, os 46 271 veículos matriculados com estas características representam um aumento significativo de 75,5% face ao mesmo período de 2020.

De entre estes (eletrificados e alternativos) o destaque vai por inteiro para os 100% elétricos que foram os mais vendidos em novembro com 2046 unidades vendidas, um crescimento de 140% face a 2020.

 

 

 

Continuar a ler
Home
Elétrico, radical e inovador, conhece este fantástico triciclo
Preço de gasóleo e gasolina volta a descer amanhã
E-bike analisa o nível de poluição no ar enquanto pedalas