Mobilidade

Renault cresce nas vendas de modelos elétricos e plug-in híbrido na Europa

Em 2021 o construtor francês obteve um crescimento de 52% nas vendas. Propostas eletrificadas representaram 30% de todas as unidades vendidas na Europa
Vendas Renault na Europa (Zoe e Arkana na imagem)
Vendas Renault na Europa (Zoe e Arkana na imagem)

Os dados sobre o volume de vendas da Renault obtido no ano de 2021, atestam a boa prestação ao nível das propostas eletrificadas. Na Europa, a gama E-TECH do construtor francês, composta por modelos híbridos e elétricos, representou 30% das vendas de automóveis de passageiros (14% dos quais totalmente elétricos), quando em 2020 o resultado não tinha ido além dos 17%.

As vendas de automóveis híbridos e elétricos, obtidas pela Renault no velho continente, espelham um crescimento de 52% face a 2020. Se apenas considerarmos os elétricos, o construtor ocupou os lugares do pódio em mercados como a França (onde é líder), a Itália (2º) e Alemanha e Portugal (3º).

Olhando para os números referentes a ao nosso país, os modelos eletrificados da Renault representaram 14% do volume total de vendas, o que significa um crescimento de seis pontos percentuais face a 2020.

Para 2021 com o novo Mégane E-Tech as vendas deverão ser ainda mais expressivas.

A Renault irá apresentar em breve o novo SUV Austral

 

Boa parte dos bons resultados obtidos nas vendas de modelos movidos a bateria deve-se ao pequeno Zoe. O modelo elétrico foi o segundo mais vendido em território europeu e o líder de vendas em Portugal no segundo semestre de 2021. Considerando todos os modelos 100% elétricos de passageiros oferecidos pela Renault, a marca ocupou a terceira posição no top de vendas na Europa, o mesmo lugar conquistado no nosso país.

À parte da boa prestação que mantém o Zoe, o construtor francês deposita muitas esperanças no Arkana, um SUV de estilo coupé. Na Europa, a versão E-TECH (híbrida) tem um peso de 56% no seu mix de vendas, que já atingiu as 42 mil unidades desde que foi lançado em junho do ano passado. Com este modelo, a Renault espera não só ter uma maior preponderância no mercado de automóveis eletrificados, mas também atacar de forma feroz a liderança do segmento C a nível europeu.

Igualmente para o segmento C, os modelos Austral (também um SUV, com um conjunto de motorizações todas elas híbridas) e Mégane E-TECH Electric (100% elétrico) são duas das grandes apostas da Renault para este ano, em particular para o mercado de veículos eletrificados.

Continuar a ler
Home
Radares: onde vão estar instalados os controlos de velocidade da PSP em julho
Lisboa é considerada a cidade mais feliz do mundo
Painéis solares grátis? Descobre como teres acesso