Mobilidade

Xiaomi lança em Portugal a sua trotinete mais potente de sempre

Novo modelo disponibiliza até 55 km de autonomia e está preparado para enfrentar subidas com até 20% de inclinação
Texto

Chama-se Electric Scooter 4 Pro e é a trotinete elétrica mais potente de sempre da Xiaomi. O novo modelo de mobilidade urbana do fabricante chinês está equipado com um motor de 700 W que lhe permite atingir os 25 km/h de velocidade máxima e já está disponível no mercado nacional por 799,99 euros.

Equipada com uma bateria de 12.400 mAh, a nova trotinete da Xiaomi oferece uma autonomia de até 55 km e, segundo a marca, está preparada para enfrentar sem dificuldade subidas com até 20% de inclinação. O corpo é produzido em alumínio para lhe conferir maior leveza, ao mesmo tempo que oferece robustez e resistência à corrosão. De notar que a Electric Scooter 4 Pro é maior do que outras trotinetes da Xiaomi, pelo que pode suportar mais peso e dar maior apoio aos pés.

Uma das suas características mais interessante são os pneus autovedantes de 10" sem câmara de ar, concebidos para serem resistentes à perfuração através da injeção instantânea de um líquido que a Xiaomi designa como DuraGel. A marca garante que são também mais duráveis em estradas acidentadas. Quanto ao sistema de travagem, na roda dianteira conta com eABS e na traseira disco de dupla pastilha.

A Electric Scooter 4 Pro inclui uma nova porta de carga magnética e respetiva tampa para assim garantir a segurança do carregador enquanto está ligada à corrente. O painel de instrumentos surge com software atualizado para minimizar distrações, ao mesmo tempo que assegura a visualização da informação útil ao utilizador.

Em paralelo ao lançamento da sua trotinete mais potente, a Xiaomi lançou um outro modelo, a Electric Scooter 3 Lite. Está equipada com um motor de 300 W e oferece 20 km de autonomia. Custa 449,99 euros.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
TAP encomenda dezenas de BMW enquanto recebe dinheiro do estado
Benfica vs PSG condiciona trânsito em Lisboa. Vê aqui tudo
Comboio de alta velocidade a hidrogénio arranca em Espanha em 2023