Mobilidade

Comboios da Fertagus poderão em breve chegar à Gare do Oriente

Projeto para quadruplicar a Linha de Cintura (Roma/ Areeiro – Braço de Prata) pode criar as condições que faltavam
Texto
Comboios Fertagus
Comboios Fertagus

Será desta que os comboios da Fertagus vão finalmente chegar à Gare do Oriente? O desejo da empresa que assegura o serviço ferroviário suburbano entre as duas margens do Tejo é antigo, mas tem estado dependente, entre outros fatores, das obras de quadruplicação da Linha de Cintura (Roma/ Areeiro – Braço de Prata). Estas vão agora ter desenvolvimentos.

A Infraestruturas de Portugal (IP) acaba de confirmar ter dado início ao projeto de execução e estudo de impacte ambiental precisamente para aquelas alterações a efetuar na Linha de Cintura. Tal pode significar que, no futuro, os comboios da Fertagus que se deslocam de sul para norte continuem até à Gare do Oriente, em vez de terminarem o percurso na estação Roma/ Areeiro, como acontece atualmente.

Em paralelo, o comunicado da IP refere que o projeto e estudos a efetuar vão também abranger a modernização da Linha do Norte no troço Braço de Prata – Sacavém.

Desenvolvido no âmbito do Plano Nacional de Investimentos (PNI2030), o empreendimento que envolve intervenções numa extensão total de cerca de 15,5 quilómetros tem como objetivo aumentar a capacidade operacional do sistema ferroviário, melhorando as condições de mobilidade.

A IP salienta ainda que as alterações em ambos os eixos vão permitir assegurar mais comodidade aos passageiros que utilizam o transporte ferroviário nas suas deslocações diárias na Área Metropolitana de Lisboa.

Para além dos pontos já referidos, a intervenção da IP vai englobar a reformulação do diagrama de via da Estação do Oriente, com inserção de mais três vias; a construção de novas estações em Chelas/Olaias (será dotada de uma interface com a estação de metro das Olaias) e Braço de Prata, assim como o novo apeadeiro de Marvila. Vão ser igualmente construídas seis novas obras arte ferroviárias (três pontes, um viaduto e dois túneis).

A substituição integral dos sistemas de catenária nos troços da Linha de Cintura e Linha do Norte e a construção das infraestruturas de suporte à componente de sinalização e telecomunicações são pontos também incluídos no projeto que a IP assegura criar condições para a implementação de novos serviços de alta velocidade entre Lisboa e Porto.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Radares PSP. Todas as localizações para o mês de outubro
Preço dos combustíveis vai subir para a próxima semana. A nossa previsão aqui
Eletricidade e gás ficam mais caros dia 1 de outubro