Mobilidade

Alemanha cria bilhete mensal de 9 euros para transportes públicos

Bilhete universal estará em vigor ate 31 de agosto e permite andar de autocarro, elétrico e comboio urbano e regional
Transportes públicos na Alemanha (Foto: Jonas/Unsplash)
Transportes públicos na Alemanha (Foto: Jonas/Unsplash)

Desde dia 1 de junho que é possível viajar nos transportes públicos da Alemanha por 9 euros por mês. O novo bilhete mensal, que deverá estar em vigor até 31 de agosto, foi criado pelo governo alemão para amenizar os efeitos da inflação e dos preços dos combustíveis.

Este bilhete universal é válido no mês em que é comprado e permite viajar em autocarros, U-Bahns e S-Bahns (metro e metro de superfície), elétricos e comboios regionais e urbanos. Comboios de longa distância e alta velocidade entre cidades não estão incluídos neste passe.

Até dia 30 de maio, de acordo com o Cities Today, já tinham sido vendidos cerca de 520 mil bilhetes mensais de 9 euros.

Uma vez que nunca houve uma utilização tão massiva dos transportes como o governo espera que aconteça agora, nos meses em que vai estar em vigor o preço especial, serão recolhidas informações sobre os transportes públicos de forma a reforçar o serviço e levar as pessoas a deixarem de usar tanto o transporte privado.

Um pouco por todo o mundo, os transportes públicos ficam mais baratos

Em toda a Europa, vários países baixam os preços dos passes mensais dos seus transportes públicos para levar as pessoas a deixar os automóveis em casa e ajudar a ultrapassar a crise dos combustíveis que se tem vivido desde que a Rússia invadiu a Ucrânia.

Em maio, a Irlanda baixou o valor dos seus transportes públicos pela primeira vez em 75 anos. A redução foi de 20%, sendo que jovens entre os 19 e os 23 anos passaram a ter um desconto de 50%.

Itália criou um e-voucher de 60 euros que pode ser usado uma vez por estudantes e trabalhadores que recebam menos de 35 mil euros por ano.

O ano passado, a Áustria criou o que chamou de “bilhete do clima” que permite aos cidadãos viajar pelo país em transportes públicos pelo equivalente a 3 euros por dia.

Olhando para fora do continente europeu, a Nova Zelândia também reduziu em metade o preço dos seus transportes públicos por um período de três meses.

E Portugal?...

Em Portugal, o preço dos transportes varia de cidade para cidade e os valores estão longe dos anunciados agora na Alemanha.

Em Lisboa, o passe navegante metropolitano, que cobre toda a zona metropolitana, tem um custo mensal de 40 euros. O mesmo valor é praticado no caso do passe Andante, utilizado na zona metropolitana do Porto. Em ambas as cidades há também um passe municipal com o custo de 30 euros.

Em Lisboa, recentemente foi anunciado que os transportes públicos vão passar a ser gratuitos para residentes com mais de 65 anos e para jovens estudantes até aos 23 anos.

A medida anunciada por Carlos Moedas, presidente da Câmara de Lisboa, deverá entrar em vigor no verão, no caso de pessoas com mais de 65 anos, e no início do ano letivo para jovens estudantes.

(Fotos: K. Winegeart e C. Mahlstedt/Unsplash e T. Miranda/Flickr)

Continuar a ler
Home
Conferência dos Oceanos 2022 em Lisboa até 1 de julho
Subida de água no planeta. Vê aqui este projeto de sensibilização em Copenhaga
Estão a aparecer microplásticos em gelo na Antártida