Mobilidade

Greve dos trabalhadores da Rodoviária de Lisboa sexta-feira, 1 de julho

Paralisação será a 14.ª em um ano e serve para reivindicar melhorias salariais para trabalhadores da empresa
Rodoviária de Lisboa (Foto: Dadidou/Flickr)
Rodoviária de Lisboa (Foto: Dadidou/Flickr)

Os trabalhadores da Rodoviária de Lisboa (RL) cumprem esta sexta-feira, 1 de julho, uma greve de 24 horas para reivindicar melhorias salariais. A paralisação terá início às 03h.

Esta greve ocorre exatamente um mês desde a última, a 01 de junho, altura em que também foi apresentado um pré-aviso de greve ao trabalho extraordinário durante o mês de junho. Esta é também a 14.ª greve dos motoristas em um ano.

À Lusa, João Casimiro, do Sindicato Independente Dos Trabalhadores Da Rodoviária De Lisboa (SITRL), explicou que, com esta nova paralisação, os motoristas da RL pretendem um aumento salarial para 750 euros de forma a compensar a subida do ordenado mínimo.

Além disso, também reivindicam atualizações salariais na mesma percentagem para os demais trabalhadores, subida do subsídio de refeição, redução do intervalo de descanso para, no máximo, duas horas e valorização da carreira da manutenção.

A RL deverá integrar em janeiro de 2023 a recém-criada Transportes Metropolitanos de Lisboa, que operará nos 18 municípios da Área Metropolitana de Lisboa. Atualmente, a Rodoviária de Lisboa opera nos concelhos de Lisboa, Loures, Odivelas e Vila Franca de Xira, todos no distrito de Lisboa, servindo cerca de 400 mil habitantes.

Continuar a ler
Home
E-bike analisa o nível de poluição no ar enquanto pedalas
Porsche bate Tesla e estabelece novo recorde elétrico em Nürburgring
E se fosses de balão ao espaço? Descobre aqui o preço de uma viagem de 6 horas