Mobilidade

Xiaomi investe mais de €475 milhões para desenvolver condução autónoma

Empresa chinesa está a contratar mais talentos e a adquirir empresas com a ambição de se tornar líder na condução autónoma
Texto
Tecnologia de condução autónoma (Foto: Xiaomi/Divulgação)
Tecnologia de condução autónoma (Foto: Xiaomi/Divulgação)

A Xiaomi está a apostar forte na sua tecnologia de condução autónoma, a Xiaomi Pilot Technology, como se confirma pelo investimento superior a 475 milhões de euros que planeia efetuar apenas na primeira fase de investigação e desenvolvimento (I&D), divulgou a companhia em comunicado.

Concebida com base em algoritmo autodesenvolvido, a tecnologia de condução sem intervenção humana da Xiaomi foi oficialmente revelada e mostrou estar preparada para lidar com uma multiplicidade de cenários em ambiente rodoviário, incluindo curvas em U, rotundas e descidas, como podes ver neste vídeo de demonstração.

A empresa de origem chinesa especializada em eletrónica de consumo tem estado a reforçar a sua equipa de profissionais afetos ao desenvolvimento de soluções para a área de veículos elétricos inteligentes, assim como tem efetuado aquisições ou investimentos em startups que se dedicam à tecnologia de condução autónoma.

Atualmente são mais de 500 os colaboradores que compõem a equipa de condução autónoma da Xiaomi, estando previsto que no final de 2022 ultrapasse os 600 elementos. Entre aqueles encontram-se 50 especialistas da indústria e um vasto número de colaboradores com elevada formação – mais de 70% possuem mestrados ou doutoramentos.

Em comunicado, a Xiaomi destaca que os seus principais especialistas têm uma vasta experiência no ramo da inteligência artificial e que os seus conhecimentos abrangem todas as áreas de desenvolvimento da tecnologia de condução autónoma, incluindo sensores, chips, algoritmos, simulações e plataforma de dados.

Xiaomi investe em novas tecnologias (Foto: Vincent Yu/ AP

Ao nível dos investimentos em outras empresas, o fabricante chinês adquiriu a totalidade da startup de tecnologia de condução autónoma Shendong Technology, o que lhe permitirá reforçar os seus conhecimentos tecnológicos. Para além disso, a empresa prepara-se para investir mais de 281 milhões de euros em mais de dez empresas do mesmo ramo.

Lei Jun, fundador e presidente executivo da Xiaomi, fez também saber que a sua empresa irá investir numa frota de 140 veículos para testar a Pilot Technology, com o objetivo de se tornar líder da indústria de veículos elétricos inteligentes em 2024.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Radares PSP. Todas as localizações para o mês de outubro
Preço dos combustíveis vai subir para a próxima semana. A nossa previsão aqui
Eletricidade e gás ficam mais caros dia 1 de outubro