Mobilidade

Elon Musk e John Elkann concordam que nunca poderá existir um Ferrari autónomo

Em conversa na Italian Tech Week, John Elkann (Chairman da Stellantis) e Elon Musk (CEO Tesla e SpaceX), partilharam uma visão sobre o futuro do automóvel
John Elkann e Elon Musk
John Elkann e Elon Musk
PUB

A Italian Tech Week é um evento que reúne diversos líderes e génios da tecnologia, provenientes de diversos meios. Numa destas conversas, reuniram-se John Elkann e Elon Musk, que já se conheciam anteriormente, e os temas que acabaram por surgir foram dos mais variados possíveis.

Opiniões sobre media e gestão de jornais, empresas industriais, interface cérebro-máquina, passando por energia nuclear, a escassez de semicondutores e medicina digital, os dois bilionários mostraram que têm realmente uma visão muito próprias sobre diversos temas, mas que estão perfeitamente de acordo em alguns deles.

PUB
Elkann esteve em palco e Musk participou em vídeo diretamente do Texas
PUB

Um deles tem a ver com a condução autónoma, e, respondendo a uma pergunta da audiência sobre como veria isso num Ferrari, Elkann comentou dizendo que “seria muito triste ter um carro da Ferrari com condução autónoma, uma vez que a essência de ter um Ferrari é poder conduzi-lo. Embora os carros tenham suplantado os cavalos há muito tempo, muitos ainda gostam de se deslocar em cavalos de pura raça” e quando questionado sobre isso, Elon Musk acrescentou apenas “está no logótipo”.

PUB

Nos temas relacionados com a indústria automóvel, Musk referiu ainda que o problema atual da escassez de semicondutores deverá ser resolvido em breve na sua opinião, uma vez que há diversas empresas a serem criadas, reagindo a este problema. Em termos energéticos, segundo Elon e John, a solução ideal de longo prazo ainda continua a ser a solar, se bem que não devemos colocar de parte a energia nuclear.

Segundo Musk, há um enorme movimento para acabar com esta tecnologia, mas essa decisão não é a mais acertada, dado o seu enorme potencial e elevada segurança nos tempos que correm. Elkann confirma justamente esta ideia referindo que “estamos a assistir a uma subida de preços no gás, no carvão e também no urânio. Tudo está a subir. A energia nuclear é uma solução que existe, é uma solução que já sabemos como funciona, segura, e que devemos desenvolver fortemente. Os preços do urânio estão a subir porque países como a China e a Índia estão a nuclearizar", acrescentou Elkann.

Um Ferrari deverá sempre ser conduzido por um humano, dizem Musk e Elkann
PUB

Além do mundo automóvel foram também comentados temas relacionados com a medicina, com diversas ideias de Musk sobre a Neuralink e de como esta poderá ajudar pessoas com dificuldades motoras consideráveis a usar um computador ou um telemóvel pensando apenas em fazê-lo. Esta é uma tecnologia que poderá iniciar os testes com humanos já nos próximos seis meses, segundo Musk.

Continuar a ler
Home
Cidades
Conhece aqui o vencedor do Prémio Gulbenkian para a Humanidade
Mobilidade
Vídeo: Famel regressa com mota elétrica
Sustentabilidade
Google Maps irá indicar rotas amigas do ambiente para evitar emissões de CO2