Mobilidade

Veículos a combustíveis fósseis podem deixar de ser vendidos na UE em 2035

Proposta para banir venda de veículos a gasolina e gasóleo até 2035 teve o apoio de legisladores do Parlamento Europeu
União Europeia poderá proibir venda de veículos a combustíveis fósseis em 2035
União Europeia poderá proibir venda de veículos a combustíveis fósseis em 2035

2035 poderá ser o ano em que deixará de ser possível adquirir um veículo a combustíveis fósseis na União Europeia. De acordo com a Reuters, legisladores do comité ambiental do Parlamento Europeu apoiaram uma proposta que refere que, a partir de 2035, será banida a venda de veículos Diesel ou a gasolina.

Na votação, os legisladores opuseram-se a criar objetivos mais apertados para reduzir as emissões de CO2 durante esta década, apoiando a proposta para se cortar totalmente as emissões até 2035. Desta forma, não seria possível vender veículos a combustíveis fósseis nos estados-membros.

A data escolhida tem por base a premissa de que, normalmente, os automóveis mantêm-se nas estradas por dez a 15 anos. Assim, grande parte dos veículos a gasolina e gasóleo adquiridos até 2035 já não estariam em uso em 2050, conseguindo-se alcançar o plano da neutralidade carbónica.

Em declarações à Reuters, um dos legisladores refere que estes novos objetivos poderão ser um estímulo para a indústria automóvel apostar na inovação e fazer novos investimentos para acelerar a mobilidade elétrica.

As propostas relativas às emissões dos automóveis vão ser votadas durante os próximos meses para depois os países da União Europeia juntamente com os legisladores finalizarem as leis.

Com estas metas para reduzir substancialmente as emissões de CO2 na mobilidade, um dos setores mais poluentes, a UE espera reduzir as suas emissões em cerca de 25%.

(Fotos: Unsplash)

Continuar a ler
Home
Descobre o que pensam os CEOs sobre a sustentabilidade nas empresas
Novos radares em Lisboa dia 01 de junho. Sabe aqui onde estão
Cuidado com o calor. Vêm aí máximas de 35 graus!