Mobilidade

Automóveis Diesel com matrícula do início do ano podem pagar menos IUC em 2022

Com a chumbo do Orçamento do Estado 2022, o adicional do Imposto Único de Circulação para veículos a gasóleo poderá ficar sem efeito até à aprovação de novo orçamento
IUC
IUC
PUB

No passado dia 27 de outubro, o Orçamento do Estado 2022 (OE 2022) foi reprovado em Assembleia da República e uma das consequências que o chumbo parece ter é deixar sem efeito o adicional do Imposto Único de Circulação (IUC) para veículos Diesel que vinha contemplado.

De acordo com o noticiado pelo Observador, a taxa adicional vigora apenar até ao final do ano económico a que o orçamento respeita. Sendo assim, e sem novo orçamento para 2022, o adicional contemplado no Orçamento do Estado de 2021 não transita automaticamente para o próximo ano.

PUB

Desta forma, os veículos a gasóleo não deverão pagar a taxa adicional do IUC até haver um novo Orçamento de Estado ou legislação autónoma que o contemple.

PUB

O adicional foi apresentado pela primeira vez em 2015 com o objetivo de penalizar os veículos Diesel por estes produzirem mais CO2 do que os a gasolina e tem vigorado em todos os orçamentos desde então.

As taxas de imposto que deverão ficar sem efeito a partir de janeiro variam entre os 5,02 euros e os 68,85 euros, para veículos a partir de 2007 e dependendo da cilindrada e entre 1,39 euros e 25, 01 euros para veículos anteriores a 2007, dependendo da cilindrada e do ano de matrícula.

PUB

Durante vários anos, a venda de carros Diesel era superior à de veículos a gasolina. No entanto, nos últimos tempos a tendência inverteu, sendo agora os carros a gasolina os mais procurados. Veículos híbridos e elétricos também têm tido cada vez mais procura.

(Fotos: montagem e Unsplash)

Continuar a ler
Home
Mobilidade
Conhece o BMW i7, o elétrico topo de gama que chegará em 2022
Fantástico
É a loucura de Natal! Tesla Cyberquad para miúdos
Fantástico
Vídeo e fotos do Calendário Pirelli 2022 fotografado por Bryan Adams