Mobilidade

Microlino é o quadriciclo elétrico que dá nova vida aos bubble cars

Microcarro de dois lugares criado por empresa suíça tem até 230 km de autonomia e foi pensado para as pequenas viagens dentro das cidades

De quanto carro é que realmente precisas para o teu dia a dia? Será que grande parte dos condutores têm realmente necessidade de ter o veículo de cinco lugares para os trajetos que fazem diariamente? Os responsáveis da Micro Mobility, uma empresa suíça conhecida pelas suas trotinetes, acreditam que não e, por isso, partiram na busca para trazer para a indústria automóvel uma opção mais pequena, entre um automóvel e uma mota, que pudesse ser usada na cidade.

Foi no salão de Genebra, em 2016, que o Microlino foi apresentado pela primeira vez e despertou a curiosidade de muitos. Seis anos depois, a empresa prepara-se para arrancar com a produção, que será feita em Turim, Itália.

O Microlino foi pensado apenas para a cidade. Com dois lugares e um design quase esférico, o microcarro foi inspirado nos antigos bubble cars dos anos 1950. Um dos elementos que com certeza chamará mais atenção é a porta que nos permite entrar no habitáculo que surge na frente do veículo e não nas laterais, como estamos mais habituados. O interior é minimalista e toda a informação necessária surge num pequeno ecrã que fica em frente ao volante.

Vai estar disponível com três opções de bateria, com 6kWh, 10,5 kWh e 14 kWh, que lhe garantem autonomia para 95 km, 175 km ou 230 km, dependendo da opção escolhida.

De acordo com o divulgado pelo fabricante, o quadriciclo pode ser carregado numa tomada de casa e demora entre três a quatro horas, dependendo da bateria que tem instalada.

Em termos de personalização, vai ser possível escolher entre três edições, a Urban, a Dolce e a Competizione. Para além das cores disponíveis, que variam conforma a edição escolhida, na versão Urban, o teto de abrir é um extra e o interior apenas pode ser em preto ou antracite. Nas versões Dolce e Competizione, o teto de abrir está já incluído e o interior pode ser em tecido ou pele vegan. Vai ainda ser criada uma quarta versão, a Pioneer, limitada aos 500 primeiros Microlino.

Apesar de a Micro Mobility ter-se visto obrigada a adiar a data de produção do seu microcarro citadino, no início de 2022, anunciou que contam começar a produção em meados de março de 2022 e começar a entregar os primeiros veículos em abril ou maio na Suíça e logo depois na Alemanha.

O preço-base do Microlino, por indicação do site oficial da marca, é 12,5 mil euros e a partir de fevereiro vai ser possível configurar o microcarro. Até ao momento ainda não há confirmação oficial de venda em Portugal.

Continuar a ler
Home
Preço dos combustíveis para a próxima semana: A previsão da AWAY
Garrafas de plástico reciclado vão ser utilizadas na construção de pneus