Mobilidade

Comboio a hidrogénio será realidade na Califórnia em 2027

A Stadler irá fornecer comboios a hidrogénio para os Serviços de Transporte da Califórnia
Texto
Comboio Stadler Flirt H2 movido a hidrogénio (Foto: Stadler)
Comboio Stadler Flirt H2 movido a hidrogénio (Foto: Stadler)

O fabricante suíço Stadler anunciou que estabeleceu um acordo para fornecer 29 comboios a hidrogénio à operadora Amtrak nos Estados Unidos num pacote de entregas que deverá ocorrer de forma regular a partir de 2027.

O Flirt H2 é um comboio a hidrogénio produzido na Europa, totalmente livre de emissões em circulação, com duas composições para operar em linhas com pouco mais de 10 quilómetros de distância e vai entrar em testes na Europa em 2023.

O novo comboio a hidrogénio deverá iniciar operações no condado de São Bernardino, Califórnia a partir de 2024. A partir daí, e durante três anos será a fábrica de Salt Lake City (EUA) a assegurar mais três unidades para os serviços de transporte da Califórnia, estado que quer ter todos os comboios com emissões zero até 2035.

A Stadler acredita que o hidrogénio é uma solução viável para a substituição da ferrovia movida a gasóleo.

Até lá, este comboio terá ainda a companhia de um modelo Flirt ainda movido a Diesel mas apesar de ter uma configuração de emissões reduzidas não deverá manter-se após 2035.

O acordo anunciado prevê assim uma encomenda total de 29 unidades que deverão começar a ser entregues após estes primeiros testes no terreno.

 

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Tecnologia Nissan e-Power nos novos Qashqai e X-Trail
Vê onde vão estar os radares da PSP em dezembro
Portugal poderá vir a ter produção de hidrogénio verde em Gondomar