Mobilidade

Barco rápido híbrido usa energia elétrica e hidrogénio para voar sobre a água

SeaBubble é uma embarcação híbrida com hidrofólios que navega sem gerar ondas, emissões ou barulho
Texto

Numa tentativa de descarbonizar as cidades, o conceito de mobilidade tem sido repensado. Tenta-se abandonar a ideia do veículo motorizado pessoal e procura-se substituí-la por um conceito de transporte partilhado que dê resposta às necessidades das pessoas. Assim surgem projetos originais, como shuttles elétricos autónomos e embarcações sustentáveis que procuram levar as deslocações para a água. É neste segundo grupo que se encaixa a proposta da SeaBubbles.

Chama-se SeaBubble, um nome muito semelhante ao da empresa que lhe está a dar forma, e à primeira vista faz lembrar o Candela P-12. Tal como ele, tem hidrofólios – uma espécie de asas que ficam na parte de baixo da embarcação e que a elevam da água – e foi pensado para o transporte de passageiros. Mas as semelhanças ficam por aí.

A motorização é talvez um dos pontos mais chamativos do SeaBubble, que esteve em exposição no Festival de Iates de Cannes. Com dois motores de 45 kW, a embarcação é híbrida, podendo ser movida a energia elétrica, graças a uma bateria de lítio, ou a hidrogénio.

Pode ser abastecida com hidrogénio em apenas quatro minutos, tendo depois autonomia para 90 km ou cerca de 2h30 de navegação, explica a marca.

Graças aos três hidrofólios, quando atinge uma velocidade de 19 km/h, a embarcação começa a elevar-se da água, navegando a 60 cm da superfície. Isto faz com que não provoque ondulações nem seja impactado pelas ondas, evitando a famosa cinetose, o enjoo de movimento.

Toda a tecnologia presente na embarcação ajuda a dar forma ao lema da empresa “Zero ondas, zero barulho, zero emissões”.

Com uma velocidade de cruzeiro de 33 km/h e uma velocidade máxima de 41 km/h, o SeaBubble é uma solução de mobilidade que pode ser bastante atrativa em cidades com canais de água.

Desenhado para ser usado em rotas frequentes, por operadores na área da mobilidade, do turismo e por autoridades locais, o SeaBubble permite o transporte de entre 8 a 12 pessoas e pode ser usado em águas doces ou salgadas. Pode navegar com ventos até aos 38 km/h. Quando os hidrofólios estão a ser utilizados, a empresa recomenda que não se navegue quando os ventos estão a mais de 28 km/h.

Apesar de já ter sido apresentado um modelo em tamanho real do SeaBubble este ano, ainda não se sabe ao certo quando este será lançado, nem por que preço ficará disponível. De acordo com a empresa, a embarcação deverá começar a ser testada em rotas-piloto já em 2023, nos lagos Alpinos, como parte de planos municipais de mobilidade.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Hiperdesportivo elétrico Pininfarina Battista arrecada 3 recordes
Precisas de abastecer? Espera por 2.ª feira. Combustíveis vão descer!
Halfbike, o triciclo que torna a mobilidade mais divertida