Mobilidade

Mítico modelo Moke entra numa nova era: a da eletrificação

Pode ser encomendado desde já para ser entregue antes do próximo verão. Para além da motorização elétrica, o icónico modelo recebe outras melhorias

O futuro da condução automóvel é, sem dúvida, elétrico e se falta de opções houvesse, surge agora uma que promete encantar os espíritos mais livres e aventureiros: o Moke elétrico. O icónico veículo lançado pela primeira vez em 1962 e concebido por Sir Alec Issignois, “pai” do Mini, conhece agora uma verdadeira revolução com a introdução de uma versão elétrica e que, a partir de 2022, será a única.

A marca relançada em 2017 e agora liderada pela diretora executiva Isobel Dando, ex-Rolls Royce, anunciou que deixará de ser possível encomendar veículos com motor de combustão já a partir do primeiro dia do próximo ano. Em alternativa, passa a disponibilizar o Moke elétrico, cujas encomendas podem ser efetuadas desde já, estando a entrega das primeiras unidades prevista para antes do próximo verão.

O novo modelo da Moke International será fabricado em Inglaterra numa unidade de última geração operada pelo Grupo Fablink e introduz mudanças consideráveis face às anteriores gerações. Desde logo, naturalmente, a propulsão elétrica, composta por um motor com 33 kW de potência alimentado a bateria, que permite ao Moke obter uma autonomia de 144 Km. O carregamento total é conseguido em quatro horas (norma UE Tipo 2) e a velocidade máxima é de 100 km/h. Mas não só. O Moke elétrico passa a oferecer direção assistida, sistema de travagem regenerativa e, espante-se, para-brisas aquecido.

A introdução de painéis de alumínio permitiu fixar o peso do conjunto em 800 kg, já que a melhoria da manobrabilidade e da facilidade de condução, face aos Moke do passado, são atributos que estão na origem do projeto de engenharia do Moke elétrico.

Brigitte Bardot (foto: divulgação)

Objeto de culto com uma enorme legião de fãs, o modelo que, curiosamente, foi produzido em Portugal entre 1980 e 1993, entra agora numa nova era. A da eletrificação. E se no passado atraiu famosos como os Beatles, os Beach Boys e a atriz Brigitte Bardot, tem agora novos argumentos para perpetuar a sua história.

O Moke Elétrico vai estar à venda por 34 mil euros, valor ao qual falta adicionar os impostos.

Continuar a ler
Home
Preço dos combustíveis para a próxima semana: A previsão da AWAY
Garrafas de plástico reciclado vão ser utilizadas na construção de pneus