Mobilidade

Materiais reciclados e emissões zero apontam o futuro no estudo Citroën Oli

Novo concept car elétrico reduz-se ao essencial para oferecer modularidade, praticidade e durabilidade
Texto

Uma forma de dizer “basta” à tendência do excesso e do despesismo. O protótipo elétrico Citroën oli [lê-se all-ë] nasceu com o propósito de ser um veículo diferente a todos os níveis, tendo sido concebido sob os princípios da redução do peso e da complexidade, da utilização de materiais reciclados e recicláveis, da acessibilidade, durabilidade e longevidade.

O novo concept car da Citroën é um contra-corrente. É uma inversão na tendência da indústria para a criação de veículos familiares de zero emissões mais pesados, mais complexos e mais caros. O oli pretende responder aos desafios do quotidiano e da mobilidade do futuro, tal como acontece com o pequeno Ami, também da Citroën.

Ao nível das linhas, é tudo menos convencional. O oli é inspirado no design de produto industrial, com a Citroën a confirmar que a prioridade a recaiu sobre a funcionalidade e a praticidade, sem esquecer a eficiência e a robustez. Exemplo disso mesmo são as coberturas do capô, do tejadilho (suporta o peso de uma pessoa) e do deck traseiro, todas construídas em cartão reciclado e em formato favo de mel.

O conjunto roda-pneu assume uma visão futurista, com a mistura do aço e do alumínio e os pneus sustentáveis Goodyear Eagle GO.

No interior o Citroën oli oferece espaço e um inovador painel linear, com projetor HMI 'Smartband' e sistema de infoentretenimento do tipo “traga o seu próprio equipamento”, como descreve a marca. O novo concept car adota ainda bancos com costas em rede, piso lavável e materiais recicláveis de baixo peso.

Tendo a redução de peso sido uma das principais preocupações no desenvolvimento do oli, o modelo elétrico apresenta-se com um valor próximo dos 1000 kg, o que lhe permite oferecer uma autonomia de 400 km. A velocidade máxima está limitada a 110 km/h para maior eficiência e o consumo é de 10 kWh/100 km. O carregamento da bateria entre os 20% e os 80% faz-se em cerca de 23 minutos.

Com o oli a Citroën pretende partilhar a sua missão de “oferecer uma mobilidade totalmente simples e totalmente elétrica para todos, para melhorar o quotidiano das pessoas e com o menor impacto possível no ambiente”.

De acordo com a Citroën, o oli irá inspirar ideias, elementos de design e inovações que serão apresentados em futuros modelos da gama do construtor francês. Em simultâneo inaugura a nova identidade visual da Citroën (uma reinterpretação do logótipo “deux chevrons”), que será adotada em todos os novos produtos da marca.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Vai nascer uma mega central solar fotovoltaica no Alto Alentejo
Preço dos combustíveis desce na próxima semana 12 a 18 de dezembro
Tecnologia Nissan e-Power nos novos Qashqai e X-Trail