Mobilidade

5 conselhos práticos para conduzires à chuva com segurança

A chuva e vento dificultam a condução. Verifica aqui alguns dos cuidados a ter na estrada
Texto
Cinco conselhos para condução à chuva
Cinco conselhos para condução à chuva

A chuva só por si ou o vento pode não ser a causa direta de acidentes de viação, porque o condutor deverá sempre adaptar a condução e a velocidade às condições atmosféricas. Mas a verdade é que o mau tempo pode complicar as condições de circulação e todos os cuidados são poucos.

Quando a chuva regressa nunca é demais recordar os principais cuidados a ter na condução. Por isso e para ter uma condução mais segura decidimos deixar aqui cinco conselhos rápidos:

Assegura a visibilidade

Verifica as escovas antes de arrancar. Por vezes poderão ter impurezas que não vão permitir uma correta limpeza do vidro. E o limpa para-brisas também deverá ser verificado. Acredita que após muito tempo sem ver água, as primeiras chuvas não o irão limpar dos detritos e eventual gordura acumulada.

O mesmo ocorre no interior. Assegura-te que o teu sistema de desembaciamento do vidro está a funcionar em pleno pois, com os vidros fechados irá precisar que o mesmo funcione na perfeição.

Verifica e utiliza a iluminação

Em dias de chuva aumenta a probabilidade de poderes ser visto por outros condutores. Antes de arrancar não custa verificares se as óticas estão sujas. Às vezes basta passar um pequeno pano húmido para retirar gorduras.

Mais importante. Se o mau tempo for persistente, existir neblinas ou chuva mais intensa, circula com os médios ligados.

Modera a velocidade

Em dias de chuva tem em particular atenção a velocidade a que circulas. Não tenhas apenas em mente os limites legais na via onde circulas, mas acima de tudo adapta a tua velocidade às condições meteorológicas. Se conduzires mais devagar terá maior tempo de reação e podes ter uma distância de travagem menor evitando acidentes.

Mantém uma distância de segurança

Mesmo com bom tempo este é um conselho que deves ter sempre em mente, mas com chuva torna-se ainda mais pertinente.

O carro que segue na tua dianteira pode necessitar de realizar uma travagem repentina e se tiveres uma distância segura para o mesmo irás evitar males maiores.

Cuidado com buracos e lençóis de água

Num país ideal as estradas teriam alcatrão com escoamento perfeito de águas e as estradas teriam a manutenção realizada de forma a não surgirem lençóis de água. Portugal não é o caso, por isso, conduz com especial prudência em zonas de muita água na estrada.

Se por acaso sentires que estás a entrar num lençol de água, ou seja, numa zona com água acumulada em excesso na via, deverás reduzir a velocidade com a ajuda do motor e não com recurso aos travões. Acelerar ou manobrar de forma brusca poderá terminar de forma violenta.

Para além destes conselhos se detetares alguma situação que necessite de assistência imediata comunica com as autoridades de emergência ou de proteção civil.

Nem sempre o facto de tu decidires parar pode ser um verdadeiro auxílio.

Conduz sempre com prudência!

 

Crédito de Fotos: (K. Kholopkin, Gryffyn M., A. Pratama, C. Lue, Thái An, L. Pieters / Unsplash)

 

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Vai nascer uma mega central solar fotovoltaica no Alto Alentejo
Preço dos combustíveis desce na próxima semana 12 a 18 de dezembro
Tecnologia Nissan e-Power nos novos Qashqai e X-Trail