Mobilidade

Verstappen venceu Mundial de F1 mas sem o combustível mais sustentável que surgirá em 2025

Duelo entre Max Verstappen e Lewis Hamilton no próximo ano já deverá contar com mistura de 10% de etanol
Max Verstappen - Campeão Fórmula 1 2021
Max Verstappen - Campeão Fórmula 1 2021
PUB

Terminou este fim-de-semana em Abu Dhabi o Campeonato do Mundo de Fórmula 1 com a vitória do piloto neerlandês Max Verstappen da Red Bull Honda sobre o britânico Lewis Hamilton da Petronas Mercedes-AMG.

Mas esta temporada fica também marcada pelo anúncio da FIA do desenvolvimento de um biocombustível, ou seja, combustível mais sustentável que começará a ser testado nas próximas temporadas e introduzido em competição em 2025.

PUB

O objetivo é chegar a 2030 com uma competição com zero emissões de carbono, onde novos motores e regras diferentes, em conjunto com um novo combustível, irão contribuir para alcançar a desejada meta ambiental.

PUB
Descobre aqui mais sobre biocombustíveis
PUB

No final do mês passado a FIA indicou ainda que, após os devidos ensaios e estudos, a fórmula deste combustível poderá ser disponibilizada também para utilização dos condutores do dia a dia.

Estes novos combustíveis deverão utilizar resíduos e biomassa, para poupar 65% das emissões de gases atuais.

Para saber mais sobre a Fórmula 1 clique aqui (parceria com AutoPortal).

PUB
Continuar a ler
Home
Tão giro! O Microlino tem 230 km de autonomia e é perfeito para as cidades
Empresa chinesa quer arrancar com táxi aéreo na Europa em 2025
Este é o carregador elétrico mais rápido do mundo