Atualidade

Mau tempo em Portugal vai agravar-se durante toda a tarde de terça-feira

Estado do tempo vai agravar-se a partir das 13:00 e até às 18:00 de acordo com informações do IPMA
Texto
Mau tempo em Lisboa (foto: Tiago Petinga/Lusa)
Mau tempo em Lisboa (foto: Tiago Petinga/Lusa)

O estado do tempo deverá agravar-se a partir das 13 horas e até às 18 horas de hoje, terça-feira dia 13 de dezembro, tendo já sido emitido aviso laranja para todos os distritos do continente, exceto Bragança.

Em declarações à agência Lusa, Miguel Miranda, presidente do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) referiu que “Vai agora haver um agravamento, mas não sabemos bem qual é a dimensão desse agravamento”.

“Os modelos são incoerentes e, por isso, metemos tudo a laranja, menos Bragança, por duas razões: primeiro, porque é difícil dizer onde se vai concentrar a precipitação. […] Por outro lado, temos de chamar a atenção de que existem impactos negativos fora da cidade de Lisboa e também temos de olhar para eles”, explicou.

De acordo com o presidente do IPMA, em termos de intensidade de chuva, o dia de hoje não foi mais gravoso do que na passada quarta-feira, isto porque na semana passada foram registados em termos de intensidade de pluviosidade 47 milímetros por hora e hoje 30 milímetros por hora, mas prolongou-se por mais tempo.

mau tempo - AWAY
Mau tempo em Lisboa (foto: Tiago Petinga/Lusa)

“Foi diferente [esta madrugada], foi mais longo, foi. Foi mais persistente, mas menos intenso. Alguns efeitos até foram inferiores porque as autoridades locais estavam muito mais preparadas. Os túneis foram fechados e as rotundas ocupadas com a Polícia Municipal. Foi bem feito, mas a chuva foi persistente durante várias horas. Claro que criou alagamentos e muito mais situações”, disse.

Por isso, acrescentou, existiu “o aviso vermelho durante a noite exatamente para chamar a atenção de que se iam ultrapassar as seis horas seguidas com precipitação intensa”.

Miguel Miranda referiu que na quarta-feira deverá registar-se um desagravamento da situação.

“Poderá haver um desagravamento, mas basta olhar para o Atlântico Norte para ver outra depressão a progredir em nossa direção, o sistema de sucessões de depressões que atingem o continente português não está parado. Estamos a ver no Atlântico Norte a formar-se outra situação semelhante cujo impacto estamos ainda por determinar”, salientou.

O presidente do IPMA disse ainda que irão fazer “sair a informação logo que a tenham”.

A chuva intensa que caiu hoje de madrugada e de manhã na região de Lisboa, Setúbal e Alentejo causou inundações e lençóis de água, que obrigaram ao corte de dezenas de vias e de algumas linhas ferroviárias.

A Proteção Civil nacional apelou hoje de manhã aos cidadãos para restringirem ao máximo as deslocações por causa do mau tempo, que provocou durante a noite centenas ocorrências nos distritos de Lisboa e Setúbal e deverá manter-se até quarta-feira.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Barco à vela produzido com algas e plástico reciclado inspira o futuro
Comer carne ou ser vegan? Qual a dieta com menos emissões de carbono?
Limitar o aquecimento global a 1,5ºC parece tarefa impossível diz novo estudo