Mobilidade

Motociclos terão de fazer inspeções periódicas a partir de janeiro de 2022

Em causa está a inspeção periódica obrigatória de cerca de 450 mil motas com cilindrada igual ou superior a 125 cc
Motas vão passar a ter inspeção periódica
Motas vão passar a ter inspeção periódica
PUB

A partir de dia 1 de janeiro de 2022, todos as motas com 125 centímetros cúbicos (cc) ou mais terão de ser sujeitas a Inspeções Periódicas Obrigatórias (IPO). A informação foi avançada pelo Secretário de Estado das Infraestruturas, Jorge Delgado, que recordou que o prazo para a transposição da diretiva europeia está prestes a terminar.

O Secretário de Estado das Infraestruturas informou que “o decreto-lei está em circuito legislativo e vai ser aprovado em Conselho de Ministros em breve”. Esta nova medida irá abranger cerca de 450 mil motas.

PUB

Em 2012, o governo de Pedro Passos Coelho aprovou o decreto-lei que obrigada todos os motociclos, triciclos e quadriciclos com cilindrada superior a 250 cc a passarem por uma inspeção periódica. Na altura, os centros de inspeção viram-se obrigados a adaptarem-se às novas regras, no entanto a medida acabou por nunca avançar.

PUB

A informação foi avançadas pelo Jornal de Negócios que divulgou as declarações do Secretário de Estado das Infraestruturas.

Continuar a ler
Home
Cidades
Conhece aqui o vencedor do Prémio Gulbenkian para a Humanidade
Mobilidade
Vídeo: Famel regressa com mota elétrica
Sustentabilidade
Google Maps irá indicar rotas amigas do ambiente para evitar emissões de CO2