Mobilidade

Comboio híbrido a hidrogénio vai começar a ser testado no Japão

Primeiro comboio híbrido a hidrogénio japonês Hybari tem um sistema fuel cell que permite transformar o hidrogénio em energia
Texto
Hybari, o comboio híbrido a hidrogénio japonês
Hybari, o comboio híbrido a hidrogénio japonês

O primeiro comboio híbrido a hidrogénio japonês irá começar a ser testado já este mês, no Japão. A East Japan Railway (JR East) está responsável pelos testes do Hybari, um comboio com duas carruagens que deverá começar a ser usado comercialmente em 2030.

O Hybari, que significa Hydrogen-Hybrid Advanced Rail vehicle for Innovation (veículo ferroviário avançado híbrido a hidrogénio para a inovação), é o resultado de uma parceria entre a JR East, a Toyota (que desenvolveu o sistema fuel cell) e a Hitachi (baterias de armazenamento) e foi anunciado em 2020. O custo do desenvolvimento foi de cerca de 30 milhões de euros.

Este veículo de testes tem quatro conjuntos de cinco tanques de hidrogénio, com capacidade total para 1020 litros e um sistema fuel cell que permite gerar energia através da reação química entre o hidrogénio e o oxigénio.

Esta energia é depois armazenada em baterias que vão alimentar o gerador elétrico responsável pela locomoção do comboio. O Hybari tem uma autonomia anunciada de 140 km e atinge a velocidade máxima de 100 km/h.

Os testes que deverão começar este mês e irão ser feitos na linha de Nanbu, que conecta a estação de Tachikawa, em Tóquio, à estação de Kawasaki, em Kanagawa. Também poderá vir a ser testado noutras linhas ainda não anunciadas.

Estes testes tinham sido anunciado em 2020 e a confirmação surge agora avançada pela agência de notícias japonesa Jiji Press.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Preço dos combustíveis na próxima semana de 15 a 21 de julho
Vai nascer mais um troço de ciclovia em Lisboa
Radares de velocidade da PSP. Onde vão estar no mês de julho