Energia

Repsol acelera produção de hidrogénio verde no País Basco

Novo eletrolizador, de 2,5 MW, tem capacidade para gerar 350 toneladas por ano de hidrogénio renovável
Texto
Refinaria Petronor / Repsol, País Basco (Ander Gillenea/AFP/GettyImages)
Refinaria Petronor / Repsol, País Basco (Ander Gillenea/AFP/GettyImages)

A Repsol começou a produzir hidrogénio renovável no centro industrial da Petronor (Bilbau, Espanha). O eletrolizador, de 2,5 MW, tem capacidade para gerar 350 toneladas por ano de hidrogénio renovável para uso industrial, principalmente na refinaria, como matéria-prima para o fabrico de produtos com menor pegada de carbono.

O hidrogénio renovável também é utilizado na plataforma logística do Parque Tecnológico de Abanto Zierbana, situado a 1,5 quilómetros de Bilbau, como propulsor dos autocarros e do transporte pesado. Para isso, a Repsol e o Ente Vasco de la Energía (EVE), colocaram naquele local a primeira hidrolineira (fonte de hidrogénio) do País Basco, obtém o hidrogénio a partir do eletrolizador da Petronor, através de um hidroduto, instalado pela Nortegas.

O arranque deste eletrolizador assinala um marco no caminho da Repsol para as zero emissões líquídas, no qual a transformação dos seus centros industriais desempenha um papel fundamental. Neste sentido, a Petronor contará nos próximos anos com outros dois eletrolizadores, de 10 MW e de 100 MW de capacidade. Este último, de grande escala, foi reconhecido pela Comissão Europeia como Projeto Estratégico de Interesse Europeu Comum (PIIEC).

A Repsol instalará outros eletrolizadores nas imediações dos seus restantes centros industriais na Península Ibérica, como alavanca de descarbonização. - afirma a marca em comunicado

O eletrolizador localizado em Cartagena terá uma capacidade de 100 MW e também foi classificado como PIIEC; o de Tarragona, de 150 MW, será o maior de Espanha, e foi selecionado pela Comissão Europeia como projeto inovador para receber fundos do programa Innovation Fund. A Repsol prevê instalar eletrolizadores de 30 MW de capacidade, perto dos seus complexos industriais de Puertollano e da Corunha. Em Sines será instalado um eletrolizador de 4 MW para produção de hidrogénio a incorporar nos produtos a produzir a partir de 2025.

A empresa é o primeiro produtor e consumidor de hidrogénio em Espanha. Atualmente, produz nos seus complexos industriais cerca de 360.000 toneladas de hidrogénio por ano, o que representa quase 60% da procura nacional.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Sustentabilidade em destaque na Polestar
Triciclo elétrico japonês em madeira facilita mobilidade especial
Nestlé planta 10 mil árvores no Pinhal de Leiria