Mobilidade

Alemanha tem primeira frota do mundo de comboios a hidrogénio

Comboios a hidrogénio têm autonomia para 1000 km, o que permite que cada um opere durante um dia com apenas um abastecimento
Texto

Já está a operar na Alemanha aquela que será a primeira frota do mundo de comboios de passageiros movidos a hidrogénio. Estes novos comboios mais sustentáveis, que implicaram um investimento de 93 milhões de euros, vão operar em linhas onde a eletrificação ainda não foi feita ou não é possível na zona da Baixa Saxónia.

Ao todo são 14 comboios a hidrogénio Coradia iLint produzidos pela empresa francesa Alstom que vêm substituir 15 comboios Diesel. Irão circular entre as cidades de Cuxhaven, Bremerhaven, Bremervoerde e Buxtehude.

Estes comboios regionais pertencem à LNVG que, desde 2012, procurava alternativas aos combustíveis fósseis e que espera conseguir apenas adquirir comboios a hidrogénio ou elétricos a partir de agora. Vão ser operados pela Eisenbahnen und Verkehrsbetriebe Elbe-Weser (evb).

Comboio a hidrogénio Coradia iLint (Foto: Sabrina Adeline Nagel/evb)

A nova frota não irá produzir carbono durante as operações, apenas libertando vapor de água e condensação. Além disso, durante a sua circulação, fazem pouco barulho.

Cada comboio tem autonomia para cerca de mil quilómetros, o que permite que funcione durante o dia todo com apenas um tanque de hidrogénio. Atingem a velocidade máxima de 140 km/h, no entanto, durante o serviço na Alemanha, deverão circular a velocidades entre os 80 e os 120 km/h.

Em comunicado, a Alstom refere que tem dois contratos de fornecimento de comboios regionais a hidrogénio na Alemanha, o primeiro para 14 comboios na Baixa Saxónia e o segundo de 27 composições para a área metropolitana de Frankfurt.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
TAP encomenda dezenas de BMW enquanto recebe dinheiro do estado
Benfica vs PSG condiciona trânsito em Lisboa. Vê aqui tudo
Comboio de alta velocidade a hidrogénio arranca em Espanha em 2023