Energia

Hidrogénio verde: investimento de 11 biliões de euros até 2050

Estudo diz que hidrogénio verde é visto como solução para descarbonizar e investimento aumentará até 2050
Texto
Abastecimento de hidrogénio no BMW iX5 (foto: Tom Kirkpatrick/BMW)
Abastecimento de hidrogénio no BMW iX5 (foto: Tom Kirkpatrick/BMW)

Numa altura em que os governos do mundo incentivam cada vez mais a aposta nas energias renováveis, a produção de hidrogénio verde deverá ter um grande crescimento. É esperado que o investimento nas próximas três décadas nesta energia sustentável possa atingir entre 5,5 e 11 biliões de euros.

A conclusão surge no estudo “Building the Green Hydrogen Economy”, realizado pela Boston Consulting Group (BCG) e pela EDHECinfra, que salienta também que este investimento, que decorrerá entre 2025 e 2050, será não só para a produção de hidrogénio verde, feito a partir de fontes de energia renováveis, como também para o seu transporte e armazenamento.

Só até 2030, é esperado um investimento de entre 275 e 643 mil milhões de euros.

em 2021, a procura por hidrogénio chegou aos 94 milhões de toneladas, sendo que a grande parte do que foi utilizado terá sido produzido com recurso a gás natural e metano, sendo assim poluente. Mas até 2050, o grande foco será o hidrogénio verde e a procura chegará aos 350 milhões de toneladas por ano, explica a BCG.

Esta grande aposta no hidrogénio verde está relacionada com a busca pela neutralidade carbónica, já que se acredita que será esta fonte de energia a resposta para descarbonizar indústrias como a de produtos químicos, aviação, produção de aço ou transporte marítimo.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Borras de café vão ser usadas para dar vida a solos lisboetas
Preço dos combustíveis na próxima semana de 22 a 28 de julho
Projeto português cria vidro que produz eletricidade a partir da luz solar