Energia

Energias renováveis: África poderá liderar boom do hidrogénio

A produção de hidrogénio verde é considerada como um potencial dinamizador da economia africana
Texto
Parque solar Noo3, Ourzazate/Marrocos (foto: Abdeljalil Bounhar/AP)
Parque solar Noo3, Ourzazate/Marrocos (foto: Abdeljalil Bounhar/AP)

O mundo não pode esperar e o hidrogénio posiciona-se como uma das mais eficazes alternativas em termos de energias renováveis aos combustíveis fósseis.

Para além das vantagens como solução transversal que pode ter utilização desde todo o tipo de indústria à mobilidade, o hidrogénio tem outra muito importante: é possível produzir em praticamente todo o mundo.

Com a produção de hidrogénio abrem-se perspetivas únicas a vários países (inclusive Portugal quer ter uma quota parte desse negócio) e muito em particular poderá ser uma oportunidade para vários países africanos, que bastante sofreram com problemas de energia durante a pandemia da Covid-19.

egito - away
Fábrica de hidrogénio prevista para o Egito (Foto: Scatec/DR)

Projetos de grande dimensão têm sido anunciados em vários países africanos como Marrocos (com forte aposta na energia solar, que pode ser fonte de energia renovável para produção de hidrogénio verde), Egito (que vai ter a maior fábrica de hidrogénio verde do nordeste), Namíbia (que até tem projetos relacionados com a ferrovia) ou Mauritânia, entre muitos outros que estão previstos para breve.

Objetivo: tornar África um dos líderes mundiais de produção de hidrogénio verde (produzido através de fontes renováveis, como energia solar, eólica ou hídrica).

De acordo com um estudo da consultora norueguesa Rystad Energy os projetos para produção de hidrogénio verde em África superam 114 gigawatts (114 GW), até ao final do mês de fevereiro.

namibia - away
Projeto de produção de hidrogénio verde Swakopmund, Namíbia (Foto: EDF/DR)

Até 2025 estão já previstos mais de meia centena de novos projetos e os analistas dizem que até 2035 África poderá contribuir com 7,2 milhões de toneladas de hidrogénio para o bolo de produção mundial.

O potencial dos países africanos é explicado pelo facto de terem as condições naturais perfeitas (sol) para a produção de hidrogénio verde. Mas há outro que não deve ser descurado. É que é justamente no continente africano que existem em maior quantidade os principais metais (por exemplo platina, ródio ou paládio) necessários à produção de eletrolisadores, necessários à produção de hidrogénio.

África tem aqui uma oportunidade. O potencial do hidrogénio e as suas aplicações poderão mudar a vida em vários países.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Vais para o Algarve? Vê se a tua praia perdeu o selo de 'Qualidade de Ouro'
Radares da PSP: é aqui que vão estar na semana de 20 a 26 de maio
5 dicas para usares tecnologia de forma ambientalmente responsável