Energia

Volkswagen quer seis novas fábricas de baterias com capacidade para produzir 240 GWh

Herbert Diesse, CEO do Grupo Volkswagen quer aumentar a produção de baterias e conta com investimentos do grupo chinês Gotion HT
Fabrica Volkswagen Salzgitter
Fabrica Volkswagen Salzgitter
PUB

Numa declaração recente de Herbert Diess, o responsável máximo do Grupo Volkswagen afirmou que já se encontra disponível o capital destinado à construção de seis novas unidades de produção de baterias para automóveis elétricos na Europa. Isto porque são muitos os interessados em aumentar a produção destes componentes no espaço de tempo mais curto possível.

O plano é ambicioso, mas graças aos diversos investidores interessados, internos ou externos, o capital não é mesmo o maior impedimento para que tudo esteja pronto até ao final desta década.

PUB

Segundo Diess, “atualmente, o retorno que pode ser alcançado com a produção de baterias é bastante elevado. É um mercado que se encontra definido pela elevada procura e que ainda vai continuar a ter essa mesma procura, ou ainda mais, nos próximos tempos”.

PUB
Herbert Diesse, CEO VW Group (Foto: VWG)

Com as seis fábricas europeias em funcionamento, estima-se que a produção total de baterias destinadas a automóveis elétricos poderá vir a rondar anualmente os 240 GWh.

PUB

A primeira unidade deverá ser a da Northvolt já em 2023, uma vez que este fabricante nórdico de baterias que tem justamente a Volkswagen na sua lista de acionistas já anunciou uma angariação de capital próxima dos 2,5 mil milhões de euros para dar início a este projeto.

O investimento da segunda fábrica é proveniente da China, pelas mãos da Gotion High-Tech, que também é detida parcialmente pelo Volkswagen Group. Será construída perto da cidade de Salzgitter até ao ano 2025.

Fábrica VW em Salzgitter

A terceira e a quarta fábrica ainda não têm fechadas as negociações relacionadas com a sua localização, mas tudo indica que uma delas será construída em Espanha e a outra na Europa de Leste. Os anos seguintes vão ver construídas mais duas fábricas, cada uma delas com um custo em torno dos dois mil milhões de euros, sendo que a sua localização final ainda não está definida.

A visão do Volkswagen Group tem a construção destas seis unidades de produção como uma das bases para se assumir como a líder mundial na produção de automóveis elétricos.

PUB
Continuar a ler
Home
Cidades
Conhece aqui o vencedor do Prémio Gulbenkian para a Humanidade
Mobilidade
Vídeo: Famel regressa com mota elétrica
Sustentabilidade
Google Maps irá indicar rotas amigas do ambiente para evitar emissões de CO2