Fantástico

Telas publicitárias transformadas em acessórios de moda em projeto social

Parceria entre o Espaço Guimarães e a ACIP permitiu reaproveitar 1100 metros quadrados de lonas utilizadas para publicidade
Texto

Apesar de s e falar na importância da reciclagem, há ainda muitos materiais que não podem ser reciclados. Um desses são as lonas publicitárias. Para evitar que acabem em aterros sanitários, o Espaço Guimarães juntou-se à ACIP, Ave Cooperativa Intervenção Psico-Social, na iniciativa Corações Sem Barreira para dar uma nova finalidade às telas antigas.

Todos os anos, são produzidos milhões de banners e lonas pelo mundo para fins publicitários. Quando deixam de ter finalidade, uma vez que têm um composto que não permite que sejam reciclados,;acabam em aterros. O problema é que, além de demorarem muito tempo a desaparecerem, estas telas em PVC prejudicam o processo de decomposição das matérias orgânicas ao criarem uma barreira impermeável que impede as reações de oxidação.

Assim, o Espaço Guimarães, da proprietária e gestora Klépierre, criou esta parceria juntamente com a ACIP, tendo doado um total de 1100 metros quadrados de lonas para ganharem uma nova vida nas mãos de jovens da associação.

Os jovens da ACIP utilizaram as lonas doadas pelo centro comercial para criarem uma linha de bolsas femininas e masculinas. Graças ao projeto que decorre dentro;da iniciativa Corações sem Barreiras, criada para combater a exclusão social, foi possível contribuir para a economia circular, ao mesmo tempo que se alia responsabilidade social e ambiental.

As peças criadas pelos jovens estiveram à venda de 15 de julho a 6 de agosto no centro comercial de Guimarães, e o valor arrecadado irá contribuir para uma viagem e para a compra de equipamento.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
TAP encomenda dezenas de BMW enquanto recebe dinheiro do estado
Benfica vs PSG condiciona trânsito em Lisboa. Vê aqui tudo
Comboio de alta velocidade a hidrogénio arranca em Espanha em 2023