Fantástico

Hyundai aposta num futuro marcado pelo conceito da Mobilidade das Coisas

Hyundai apresenta plataforma modular e autónoma que pode ser adaptada para transporte de objetos e até de pessoas
Texto

Com o tema “Expanding Human Reach” (em português, expandindo o alcance humano), a Hyundai partilhou a sua visão em que os robôs tomam o palco central e permitem criar um ecossistema de Mobilidade das Coisas que facilite o dia a dia dos seres humanos ao facilitar as deslocações de qualquer objetivo inanimado.

A plataforma modular Plug & Drive (PnD) é uma das principais propostas do construtor coreano. Tem apenas uma roda que gira a 360 graus e tem sensores LiDAR e câmaras para que se possa mover de forma autónoma. O usuário pode escolher o tamanho da plataforma dependendo do objeto que vai ter de ser movimento.

Por ser modular, o PnD tem um sem fim de usos. Durante a CES 2022, a Hyundai mostrou quatro possíveis aplicações para o conceito PnD, podendo ser usado para mobilidade pessoal, mobilidade nos serviços, mobilidade na logística e L7. 

A proposta para a mobilidade pessoal é talvez a que chama mais a atenção. Neste caso, a Hyundai propõe que quatro PnD sejam colocados num módulo onde se possa sentar apenas uma pessoa.

Desta forma, até se poderá individualizar o transporte público ao permitir que estes módulos façam grande parte dos percursos numa nave-mãe, podendo libertar-se para percorrer os últimos dois quilómetros e deixar o passageiro no destino final.

No caso da mobilidade nos serviços e na logística, a plataforma permite ter espaço para guardar determinados objetos e transportá-los de forma segura. Poderá ser usado, por exemplo, para transportar bagagem num hotel ou então para transportar objetos dentro de um armazém.

O L7 é uma plataforma maior que permite transportar vários passageiros de uma vez.

Esta proposta da Hyundai está em exposição na CES de Las Vegas. Para além disso é também possível ficar a conhecer os outros robôs desenvolvidos pela empresa, como o Mobile Eccentric Droid (MobED) e o Spot e o Atlas do Boston Dynamics.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Governo recomenda baixar a velocidade máxima para os 100 km/h
Comboio de alta velocidade Porto-Lisboa poderá ser uma realidade dentro de uma década
Itália tem primeira residência para estudantes alimentada a hidrogénio