Fantástico

Velocípede elétrico é proposta arrojada para mobilidade mais sustentável

Kinner tem assistente elétrico para baixas velocidades, mas para quem quiser andar mais depressa, é necessário pedalar

Parece que todos os dias surgem novas propostas de mobilidade que surpreendem tanto pelo nível de inovação, como pelo design original. O Kinner é uma dessas propostas. É um velocípede de quatro rodas que, ainda que tenha assistência elétrica, necessita de propulsão humana para se mover.

O Kinner é uma opção sustentável de locomoção que tem um pequeno motor elétrico que ajuda quando se vai a velocidades reduzidas. No entanto, caso o condutor queira se movimentar a mais de 25 km/h, terá de dar ao pedal. Literalmente. Está registado como sendo uma bicicleta e pode ser conduzido mesmo por quem não tem carta de condução.

Esta proposta original tem quatro rodas e dois bancos, o que permite que duas pessoas viajem em simultâneo – e pedalem também. De acordo com a marca, o design e a posição dos pedais garante mais conforto para pedalar.

O capot levanta de forma a que seja mais fácil entrar e sair e ainda tem um espaço livre para se colocar alguns objetos ou, quem sabe, uma pequena mala.

No futuro, a marca garante que será possível personalizar vários aspetos do Kinner. Para além da cor, poderá acrescentar-se alguns extras como espelhos, luzes ou até piscas que estarão integrados com o sistema elétrico.

O Kinner está a ser desenvolvido na Finlândia, custa 15 mil euros e as primeiras unidades deverão começar a ser entregues já em abril de 2022. Quem estiver interessado pode fazer a reserva mediante um pagamento de 500 euros.

(Fotos: captura)

Continuar a ler
Home
Elétrico, radical e inovador, conhece este fantástico triciclo
Preço de gasóleo e gasolina volta a descer amanhã
E-bike analisa o nível de poluição no ar enquanto pedalas