Fantástico

Vidros com água podem ser a solução para casas mais quentes no inverno

Equipa inglesa trabalha em conceito de vidros com água que permitem manter a temperatura dos edifícios de forma eficiente
Texto

Chama-se Water-Filled Glass – vidro preenchido com água - e é uma tecnologia que repensa as janelas como as conhecemos. Uma camada de água surge entre dois vidros e ajuda a garantir maior eficiência energética dentro dos edifícios. O conceito não é novo, mas nos últimos anos, tem sido trabalhado por uma startup inglesa com o mesmo nome da tecnologia.

Poucos são os edifícios no mundo que não têm janelas. E, apesar de essenciais para fazer entrar luz e renovar o ar, as janelas convencionais desregulam a temperatura. No verão, o sol que deixam entrar aquece em demasia os espaços e, no inverno, são as principais responsáveis pelas perdas de calor.

A solução que está a ser trabalhada pela Water-Filled Glass pretende colmatar este problema, sem interferir na estética dos espaços.

Water-Filled Glass - AWAY
Janelas com água ajudam a manter temperatura dos espaços (foto: Water-Filled Glass)

As janelas com esta tecnologia são compostas por dois vidros e, no centro, uma lâmina de água. Em dias de calor, esta absorve os raios de sol evitando que o espaço sobreaqueça.

Um sistema ligado à janela permite retirar a água quando esta fica quente, fazendo-a circular pela casa e armazenando-a para ser usada mais tarde, ora nas torneiras, ora para aquecer os espaços quando as temperaturas voltam a descer.

Water-Filled Glass - AWAY
Janelas com água são esteticamente semelhantes às convencionais (foto: Water-Filled Glass)

Para este sistema funcionar, é essencial usar alguma energia. Ainda assim, menos do que a utilizada por um aquecedor ou ar condicionado para manter o espaço com as mesmas condições.

Outra grande vantagem das janelas com água é o isolamento sonoro.

A ideia pode parecer estranha, mas há já quem esteja a aderir à tecnologia. Depois de terem instalado as janelas em dois pequenos edifícios-protótipo, um em Taiwan e outro na Hungria, as janelas preenchidas com água vão surgir num prédio residencial nos Estados Unidos e num espaço industrial na Hungria, ambos em fase de construção.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Aquecimento global pode afetar 3,6 mil milhões de pessoas
O futuro da mobilidade elétrica pode ser um bilugar bem radical
7 dicas para combater a humidade e bolor em casa