Evasão

Orgulho para Portugal: Alto do Minho eleito Destino Sustentável Europeu

Território da Comunidade Intermunicipal do Alto Minho (CIM) recebe galardão com projeto de qualificação de aldeias da região
Texto
Alto Minho considerado destino sustentável (Foto: Sergei Gussev/Flickr)
Alto Minho considerado destino sustentável (Foto: Sergei Gussev/Flickr)

A Comunidade Intermunicipal do Alto Minho (CIM) renovou a certificação da Carta Europeia do Turismo Sustentável da Federação EUROPARC . Desta forma, o território constituído pelos concelhos de Caminha, Paredes de Coura, Ponte de Lima, Monção, Valença, Viana do Castelo e Vila Nova de Cerveira é considerado um destino ecológico.

Este certificado já tinha sido entregue em 2021 devido ao desenvolvimento do projeto “Aldeias do Alto Minho - Walking & Cycling”, apoiado pelo Turismo de Portugal, que tem como objetivo qualificar aldeias localizadas da região de forma a melhorar a experiência turística. Este ano, a renovação aconteceu graças ao mesmo projeto.

Alto Minho - AWAY
Projeto Aldeias do Alto Minho – Walking & Cycling valeu galardão (Foto: Pedro/Flickr)

Em comunicado, o presidente da CIM Alto Minho, Manoel Batista, refere que este galardão é um fator importante para ajudar a região a tornar-se mais sustentável e diferenciada, para desenvolver a economia local e consequentemente atrair mais visitantes para o Alto Minho.

Para renovar a Carta Europeia de Turismo Sustentável do Alto Minho, foi feita uma avaliação por parte da Federação EUROPARC e houve uma visita de um auditor da comissão de avaliação ao território.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Europa bate recorde de produção de energia eólica e solar
Preço dos combustíveis com forte descida na próxima semana
Radares da PSP para o mês de fevereiro: onde vão estar em todo o país