Mobilidade

Nova trotinete elétrica da Ducati, apresentada por Francesco Bagnaia, piloto Moto GP

A opção de mobilidade urbana elétrica da Ducati é capaz de percorrer 50 quilómetros com uma única carga de bateria
PUB

Assim que falamos de um novo modelo de duas rodas da Ducati imaginamos de imediato um tom vermelho, com um formato encorpado e visual mais agressivo com óticas rasgadas. Mas desta vez, o modelo de duas rodas pertence à linha de micro mobilidade da marca italiana e é uma scooter elétrica desenvolvida pela MT Distribution com o apoio do Centro Stile Ducati.

A nova trotinete foi apresentada recentemente pelo piloto Francesco Bagnaia que compete atualmente no Moto GP na Ducati Lenovo Team. Seguramente mais tranquilo em cima da "pacata" trotinete do que ao volante da Ducati Desmosedici GP21.

PUB

Esta nova scooter PRO-III destaca-se pela utilização do sistema NFC, através do qual se ativa e fica pronta para funcionar. Ou seja, basta aproximar do display o cartão que é fornecido do momento da compra ou um telemóvel compatível, para que a PRO-III se ligue.

PUB

O novo modelo conta com a presença de um sistema de travagem com duplo disco na roda da frente e um disco na roda traseira, os pneus são tubeless à prova de furos e estão instalados em jantes com dez polegadas de diâmetro, melhorando o conforto de utilização.

PUB

Um dos maiores trunfos da PRO-III é o seu quadro construído em magnésio, bastante leve e muito resistente, que também tem a capacidade de absorver diversas vibrações, o que ainda melhora a experiência. E se a utilização for noturna, o sistema de iluminação em LED é potente o suficiente para iluminar as ruas mais escuras.

O motor de 350W é alimentado por uma bateria de 468Wh, e oferece uma potência máxima em torno dos 515W. A autonomia declarada ronda os 50 quilómetros com a mesma carga, fazendo com que a nova PRO-III seja uma excelente opção para a grande maioria das deslocações em cidade. Até porque os seus 17,5 quilos, não impedem que a possa levar com alguma facilidade para debaixo da mesa do escritório.

Enquanto viaja pelas ruas e avenidas da cidade, pode aproveitar para ir carregando o seu smartphone, graças à presença de uma tomada USB junto do guiador. E graças à aplicação Ducati Urban e-mobility, que foi desenvolvida pela Italdesign, uma marca do grupo Volkswagen, tal como a Ducati, o utilizador pode consultar em tempo real informações como a carga da bateria ou a distância percorrida e até a última posição conhecida da scooter. Com esta aplicação poderá mesmo receber um serviço de assistência técnica em tempo real, via chat do WhatsApp.

PUB

A PRO-III já se encontra disponível para encomenda nos concessionários da Ducati ou na loja da marca Online, mas também em algumas lojas internacionais de eletrónica e tecnologia. O preço ronda os 800 euros, mas até ao encerrar desta peça não existia indicação de comercialização no mercado nacional.

 

Continuar a ler
Home
Cidades
Novas cidades no mundo fazem disparar investimentos
Mobilidade
Veículo elétrico: Stress ou anti-stress?
Evasão
Sugestão de viagem: os 10 castelos mais visitados