Energia

Sines terá projeto de produção de hidrogénio verde de mil milhões de euros

Nova unidade deverá entrar em funcionamento em 2025 e irá permitir produção de hidrogénio verde e amoníaco
Texto
Hidrogénio verde em Sines (Foto: Madoqua Renewables)
Hidrogénio verde em Sines (Foto: Madoqua Renewables)

Sines vai receber uma unidade de produção de hidrogénio verde e amoníaco à escala industrial que deverá começar a produzir em 2025. O projeto, que implica um investimento de mil milhões de euros, é o resultado do consórcio europeu MadoquaPower2X que junta o promotor português Madoqua Renewables com o promotor holandês de projetos de transição energética Power2X e o fundo dinamarquês Copenhagen Infraestructure Partners’ Energy Transition Fund (CIP).

De acordo com a informação divulgada pela Madoqua Renewables, a nova central de produção, que estará localizada no futuro polo energético e tecnológico de Sines, irá utilizar apenas energia renovável produzida em Portugal e terá um eletrolisador de 500 MW.

Anualmente, será possível produzir 50 mil toneladas de hidrogénio verde e 500 mil toneladas de amoníaco verde.

O hidrogénio verde que será produzido poderá ser usado pela indústria local, transportado para outras zonas e injetado na rede existente de gás natural. Também servirá para criar amoníaco verde que será depois exportado a partir do porto de Sines.

O projeto está atualmente em desenvolvimento e deverá estar preparado para aprovação e decisão sobre o financiamento até final de 2023. A construção começará a seguir e espera-se que a primeira produção de hidrogénio ocorra até 2025. A central deverá atingir a sua capacidade total até 2030.

No total, espera-se que o projeto MadoquaPower2X crie cerca de mil postos de trabalho diretos e indiretos e que contribua entre 10% a 15% para os objetivos de investimento de hidrogénio em Portugal.

Sines vai receber vários projetos de hidrogénio verde

Este não é o primeiro projeto de hidrogénio verde anunciado para Sines. A KEME Energy, uma empresa portuguesa especializada em energia renovável, anunciou em fevereiro de 2022 que irá instalar uma fábrica de hidrogénio verde com capacidade de produção de 160 toneladas por ano.

O projeto GreenH2Atlantic, que junta 13 entidades, entre elas a EDP, GALP, Martificer e Efacec, vão avançar com uma unidade de hidrogénio na antiga central termoelétrica de Sines que fechou no início de 2021.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Há um novo microcarro elétrico para a cidade que estica e encolhe
Descobre umas telhas que são na verdade pequenos painéis solares
Descobrimos marcas e lojas sustentáveis em Lisboa à boleia do elétrico 28