Energia

PepsiCo Portugal transforma lixo orgânico em biogás e reduz emissões de CO2

Novo biodigestor será construído na fábrica da PepsiCo no Carregado e irá permitir reduzir as emissões de CO2 em 30%
Texto
PepsiCo transforma cascas de batata em biogás
PepsiCo transforma cascas de batata em biogás

A PepsiCo Portugal quer dar um novo fim ao seu lixo. Por isso, a empresa conhecida por marcas como a Pepsi, 7Up, Lay’s ou Doritos vai construir um biodigestor que transforma resíduos orgânicos em biogás na fábrica do Carregado. Este será o primeiro do sul da Europa e implicará um investimento de 7,5 milhões de euros.

O novo biodigestor será construído ao lado da fábrica e irá ocupar 420 metros quadrados. Terá a capacidade de converter mais de 21,9 mil toneladas de resíduos em biogás, o que irá reduzir em 30% as emissões de carbono da fábrica de snacks.

O biodigestor permite decompor o lixo orgânico em biogás que depois será usado como combustível sustentável em várias fases de produção, assim como na higienização das linhas de produção e para aquecimento de águas dos balneários e refeitório.

Cascas de batatas - AWAY
Cascas de batatas serão transformadas em biogás (foto: Pixabay)

Para produzir o biogás, serão usadas lamas da estação de tratamento de águas residuais (ETAR) da fábrica do Carregado, cascas de batatas e outros resíduos alimentares que não podem ser consumidos que serão pré-tratados e convertidos num composto orgânico.

O biogás produzido terá depois de ser convertido em biometano para poder ser usado como um substituo direto do gás natural.

Este não é o primeiro projeto de sustentabilidade na fábrica do Carregado. Estas instalações têm um sistema de produção de biogás desde 2012 que permite cobrir 50% do consumo elétrico da ETAR e é feita a reutilização do calor nos fornos para recuperar energia.

Este novo projeto de economia circular vai contribuir para o compromisso de sustentabilidade da PepsiCo. A empresa do ramo alimentar quer reduzir em mais de 40% as suas emissões até 2030 e alcançar as zero emissões até 2040.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Europa bate recorde de produção de energia eólica e solar
Preço dos combustíveis com forte descida na próxima semana
Radares da PSP para o mês de fevereiro: onde vão estar em todo o país