Energia

Burning Man processa administração Biden devido a projeto geotérmico

Festival diz que avaliação do impacto ambiental de exploração de energia geotérmica no Nevada está incompleta
Texto

É talvez um dos festivais de arte e cultura mais conhecidos do mundo e a sua preocupação com o ambiente levou-o agora a avançar com um processo contra a administração Biden. Os organizadores do Burning Man acusam o Bureau of Land Management (BLM) de não ter analisado corretamente o impacto ambiental de uma nova estação de energia geotérmica.

O projeto em questão, que irá produzir energia a partir do calor proveniente do interior da terra, vai nascer próximo da cidade de Gerlach, no Nevada, Estados Unidos, onde decorre o Burning Man todos os anos. Terá 19 poços de exploração geotérmica e serão construídos 4,5 quilómetros de estradas.

Energia geotérmica - AWAY
Central de energia geotérmica nos Estados Unidos (foto: Don Ryan/AP)

De acordo com a CNBC, o processo que o Burning Man juntamente com vários grupos ambientais está a mover alega que o BLM violou a Lei Nacional de Política Ambiental, assim como outras leis. Em causa está a avaliação dos impactos ambientais da exploração geotérmica que será levada a cabo pela empresa Ormat.

O festival argumenta que o desenvolvimento do projeto de energia limpa vai esgotar as fontes termais naturais da zona, que é desértica, já que é a água que faz circular o calor no interior da terra.

Festival Burning Man - AWAY
Burning Man decorre na mesma zona onde vai nascer projeto geotérmico (foto: Brad Horn/AP)

O processo salienta que apenas foram tidos em consideração os impactos que a estação terá em Gerlach, uma cidade com apenas 100 habitantes.

Em 2022, a administração Biden anunciou que iriam expandir os projetos de energia geotérmica já que é renovável e iria ajudar a transição energética dos Estados Unidos.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Europa bate recorde de produção de energia eólica e solar
Preço dos combustíveis com forte descida na próxima semana
Radares da PSP para o mês de fevereiro: onde vão estar em todo o país