Energia

Viana do Castelo vai ter parque de energia eólica flutuante com 30 turbinas

Bay.Wa r.e. quer desenvolver parque eólico flutuante com 30 turbinas ao largo da costa de Viana do Castelo
Texto
BayWa r.e. quer criar projeto eólico offshore em Portugal (Foto: BayWa r.e.)
BayWa r.e. quer criar projeto eólico offshore em Portugal (Foto: BayWa r.e.)

A BayWa r.e. pretende avançar com um novo projeto de energia eólica offshore e já se candidatou para garantir os direitos de utilização exclusiva de um espaço marítimo ao largo de Viana do Castelo.

A empresa de desenvolvimento de energias renováveis, com sede em Munique, na Alemanha, pretende desenvolver, em Portugal, o primeiro projeto eólico flutuante não subsidiado do mundo.

O parque eólico marítimo está pensado para ter 30 turbinas e uma capacidade total de até 600 megawatts (MW). A zona em que poderá ser construído faz parte de um plano espacial marítimo do governo português, refere a BayWa r.e. em comunicado.

Caso o projeto seja aprovado, será realizado sem quaisquer subsídios públicos, tendo apenas um acordo de compra de energia. Além disso, contribuirá para ajudar Portugal a alcançar o objetivo de ter 80% de energia renovável na produção de eletricidade em 2026.

A BayWa r.e. salienta que já foi bem-sucedida em projetos semelhantes, tendo os direitos de desenvolvimento de 960 MW na costa da Escócia e tendo conseguido a pré-qualificação para dois concursos de energia eólica marítima flutuante em França.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Vê onde vão estar os radares da PSP em dezembro
Portugal poderá vir a ter produção de hidrogénio verde em Gondomar
Preço dos combustíveis: Governo impede descida prevista para esta semana