Energia

Vais poder comer Lay’s e Cheetos produzidos com energia solar e eólica

Com objetivo de reduzir uso de gás, fábrica dos Países Baixos vai ser a primeira a usar energias renováveis para produzir snacks
Texto
Lay's e Cheetos vão ser produzidas com energia solar (Foto: Y. Krukov/Pexels)
Lay's e Cheetos vão ser produzidas com energia solar (Foto: Y. Krukov/Pexels)

E se os teus snacks fritos pudessem ser mais sustentáveis? A PepsiCo anunciou que vai passar a utilizar energias renováveis na produção das Lay’s e Cheetos na fábrica dos Países Baixos, deixando de lado o gás natural. Se a mudança for bem sucedida, poderá ser replicada noutras fábricas.

Localizada na cidade de Broek op Langedijk, a fábrica utiliza anualmente 4,5 milhões de toneladas de gás para produzir 1,6 milhões de embalagens de Lay’s e Cheetos.

Ao fazer esta transição, que, de acordo com a Reuters, é inédita na indústria, vai ser possível evitar as emissões de 8500 toneladas de dióxido de carbono por ano.

Lay’s e Cheetos (Foto: L. Poole/AP)

A fábrica terá um novo sistema que transforma eletricidade em calor para que se possa alimentar as fritadeiras da fábrica que substituiu a caldeira a gás que tem sido utilizada até agora.

A energia que vai ser usada vai ser fornecida pela Eneco e será de origem solar e eólica.

Esta transição na fábrica da Lay’s e da Cheetos vem na sequência dos cortes de fornecimento de gás por parte da Rússia e consequente aumento dos preços. Os Países Baixos têm procurado reduzir a utilização de gás natural e encontrar alternativas mais baratas.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Tecnologia Nissan e-Power nos novos Qashqai e X-Trail
Vê onde vão estar os radares da PSP em dezembro
Portugal poderá vir a ter produção de hidrogénio verde em Gondomar