Energia

Portugal vai ter energia mais barata. Promessa do Ministro da Economia

António Costa Silva, responsável pela pasta da Economia, destacou a competitividade das energias renováveis
Texto
António Costa Silva, Ministro da Economia e do Mar (foto: José S. Goulão/Lusa)
António Costa Silva, Ministro da Economia e do Mar (foto: José S. Goulão/Lusa)

O Ministro da Economia e do Mar defendeu que Portugal terá energia mais barata e mais competitiva a médio prazo, sublinhando que 60% da energia consumida no nosso país já é proveniente de fontes renováveis.

António Costa Silva destacou a importância das energias renováveis, como a eólica e a solar, e frisou que estas são altamente competitivas, o que, na sua opinião, é comprovado pela crise energética que está a afetar a Europa.

O investimento e a produção de energias renováveis em Portugal têm sido uma constante nos últimos anos, com a criação de vários projetos de interesse energético.

Alguns exemplos podem ser dados como é o caso do maior parque solar flutuante da Europa no Alqueva, a primeira central solar da Iberdrola em Portugal com capacidade para fornecer mais de 11 mil habitações, ou o futuro parque de energia eólica flutuante em Viana do Castelo, com 30 turbinas.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Barco à vela produzido com algas e plástico reciclado inspira o futuro
Comer carne ou ser vegan? Qual a dieta com menos emissões de carbono?
Limitar o aquecimento global a 1,5ºC parece tarefa impossível diz novo estudo