Energia

Painéis solares na linha do comboio? Já inventaram!

Empresa suíça está a criar o que diz ser os primeiros painéis solares amovíveis para colocar na linha do comboio
Texto

O mundo está a virar-se para as energias alternativas e surgem cada vez mais sistemas e tecnologias criativas para impulsionar a produção das renováveis. No caso da energia solar, as telhas com células fotovoltaicas já são uma realidade e há até painéis a boiar em lagos e rios para aproveitar ao máximo as áreas livres sem interferir com outras indústrias.

Parece que o próximo passo poderá ser levar os painéis fotovoltaicos para as linhas de comboio. Na Suíça, a Sun-Ways vai começar a instalar o que diz ser o primeiro parque solar removível em carris.

Painéis solares em carris - AWAY
Painéis solares é solução para produzir mais energia limpa (foto: Sun-Ways)

Os painéis solares da Sun-Ways são montados na fábrica e são colocados nos carris com um comboio especial quase como se fossem uma carpete. Em qualquer momento, pode-se retirar toda ou parte da instalação para trabalhos de manutenção e voltar a colocar de forma simples.

De acordo com a empresa, 10 km de carris solares podem levar 5 mil painéis solares e gerar anualmente 2 GWp, o suficiente para satisfazer o consumo anual de 400 habitações. Além disso, podem evitar as emissões de 10 mil toneladas de CO2 ao longo de 25 anos.

Parece que a ideia não é nova, mas, de acordo com a empresa suíça, o seu sistema de painéis solares é o único que não interfere com as necessidades de manutenção da infraestrutura ferroviária e é por isso uma alternativa que pode fazer toda a diferença na produção de energia solar do país.

Outra grande vantagem destes painéis solares nos trilhos dos comboios é o facto de aproveitarem áreas que não teriam outra utilização e não interferirem com a paisagem ou com a natureza.

Se forem aproveitados os sete milhões de metros quadrados de área disponível nos carris suíços, será possível gerar energia solar para alimentar cerca de 350 mil casas, salienta a Sun-Ways.

Painéis solares em carris - AWAY
O projeto-piloto vai avançar nos próximos meses (foto: Sun-Ways)

O projeto está agora a avançar para a fase piloto e em maio de 2023 já deverão ser instalados os primeiros painéis solares em linhas férreas, mais concretamente numa secção da TransN, perto da estação de Buttes. Vão ser feitos vários testes para se perceber as possíveis restrições técnicas relativas à circulação de comboios e para analisar a resistência dos painéis fotovoltaicos.

Com um orçamento de cerca de cerca de 401 mil euros, o projeto-piloto tem o apoio e a colaboração de várias empresas, como a TransN, a Scheuchzer e a Romande Energie.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Hyundai apresenta primeiro camião a hidrogénio com condução autónoma
Segurança rodoviária: 9 peças de roupa a evitar quando se está ao volante
Projeto português cria vidro que produz eletricidade a partir da luz solar