Energia

Maior fábrica europeia de painéis solares terá investimento de €600 milhões

Energia solar na Europa ganha novo impulso com projeto de maior fábrica de painéis fotovoltaicos apoiado pela União Europeia
Texto

A Comissão Europeia está a financiar o projeto TANGO que pretende transformar a fábrica de painéis solares 3Sun, da Enel Green Power, na maior instalação e produção de painéis bifaciais da Europa. O investimento total será de 600 milhões de euros, sendo que 118 milhões de euros serão providenciados pelo Fundo para Inovação da União Europeia.

A fábrica 3Sun, que está localizada na Sicília, em Itália, está em operações desde 2011 e já era considerada uma das maiores da Europa graças à capacidade de produção de 200 megawatts (MW) de painéis fotovoltaicos.

Com este novo investimento da UE, a fábrica da Enel Green Power, uma subsidiária da Enel, a maior empresa de energias renováveis listada, vai transformar-se numa GigaFábrica, com capacidade de produção de 3 GigaWatt (GW) de painéis solares bifaciais por ano.

A União Europeia explica que com a produção anual de 3 GW de painéis solares, será possível gerar 5,5GWh de energia renovável, suficiente para alimentar cerca de dois milhões de habitações, ao mesmo tempo que se evita a emissão de 25 milhões de toneladas de CO2.

O projeto, que deverá ficar concluído em 2024, prevê a utilização de processos de produção inovadores para se usar menos recursos. Serão também aplicadas novas técnicas para reutilizar materiais de painéis já no fim da sua vida útil.

De acordo com a Reuters, com o projeto TANGO, espera-se aumentar a produção de painéis fotovoltaicos na Europa de forma a diminuir a necessidade de comprar a fornecedores asiáticos. Também ajudará a aumentar a capacidade de produção de energias renováveis de forma a acabar com a dependência europeia do gás russo.

(Fotos: Enel)

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Radares PSP. Todas as localizações para o mês de outubro
Preço dos combustíveis vai subir para a próxima semana. A nossa previsão aqui
Eletricidade e gás ficam mais caros dia 1 de outubro