Energia

Escalada de preços no gás faz EDP aumentar fatura mensal em 30 euros

Novos preços no gás entram em vigor no dia 1 de outubro e vão afetar os mais de 650 mil clientes residenciais da EDP Comercial
Texto
Gás em casa (Foto: Picture Alliance / GettyImages)
Gás em casa (Foto: Picture Alliance / GettyImages)

A fatura dos consumidores residenciais da EDP Comercial irá ter um aumento médio de 30 euros por mês, acrescido de cinco a sete euros de taxas e impostos, já em outubro.

A forte escalada de preços nos mercados internacionais, a guerra na Ucrânia e as restrições ao abastecimento do gás russo (com consequente subida do preço em outros mercados, como é o caso do gás proveniente da Argélia) são apresentadas pela EDP Comercial como razões para proceder a estes aumentos, após um ano sem atualizações.

De acordo com a agência Lusa, para os cerca de 433.300 (dois terços) dos 650 mil clientes residenciais, que representam os consumos mais baixos, a subida do preço do gás terá um impacto médio de 18 euros mensais, antes de taxas e impostos, ou seja, o aumento rondará os 22 euros.

Vera Pinto Pereira, presidente executiva da EDP Comercial, citada pela Lusa, realçou que a empresa está a desenvolver "todos os esforços para que o ajuste seja para baixo", garantindo a estabilidade de abastecimento de gás aos clientes e continuando a trabalhar no aprovisionamento, para conseguir condições mais vantajosas nos mercados onde compram a matéria-prima.

Os novos preços entram em vigor dia 1 de outubro e, ao contrário do que é habitual, vão estar em vigor durante três meses, e não durante um ano, altura em que poderão ser novamente revistos em alta ou em baixa. - referiu a responsável da EDP Comercial

Desde a última atualização feita pela EDP Comercial, para o ano-gás que vigora até 30 de setembro, que teve impactos entre seis e 19 cêntimos nas faturas das famílias, o preço daquela matéria-prima nos mercados grossistas aumentou 1.000%, ou seja, multiplicou por 10.

A Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) já tinha alertado em junho que a nova tarifa de preço do gás no mercado regulado iria entrar em vigor a 1 de outubro com um aumento de 8,2%, isto depois dos preços terem subido em julho, cerca de 3,3%.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
TAP encomenda dezenas de BMW enquanto recebe dinheiro do estado
Benfica vs PSG condiciona trânsito em Lisboa. Vê aqui tudo
Comboio de alta velocidade a hidrogénio arranca em Espanha em 2023