Energia

Computação quântica pode criar baterias mais eficientes para veículos elétricos

Hyundai e IonQ juntaram-se para, através da computação quântica, desenvolver baterias para VE mais duráveis, com maior capacidade e segurança
Circuito integrado
Circuito integrado

O construtor coreano Hyundai Motor Company e os americanos da IonQ, empresa de hardware e software de computação quântica de iões presos, estabeleceram uma parceria para o desenvolvimento de novos algoritmos Variational Quantum Eigensolver (VQE), com o intuito de analisar os componentes do lítio presente em baterias de veículos elétricos (VE) e as suas reações químicas.

Com as simulações químicas quânticas que irão ser realizadas, as equipas envolvidas no projeto esperam melhorar, de forma significativa, qualidade, durabilidade, capacidade e segurança das baterias de lítio de nova geração, através do aperfeiçoamento dos ciclos de carregamento e descarregamento.

Em conjunto, as equipas da Hyundai e da IonQ estão a criar um modelo de bateria químico avançado, ainda a ser operacionalizado em computadores quânticos, que permitirá simular os comportamentos das baterias de forma mais precisa, assim como controlar as suas reações químicas.

“A eficiência da bateria é uma das áreas emergentes onde a computação quântica pode fazer a diferença. Estamos entusiasmados por trabalharmos com a Hyundai MC neste projeto, que visa posicionar os VE como o principal meio de transporte no mundo”, sublinhou Peter Chapman, Presidente Executivo da IonQ.

Como objetivo final desta parceria, as duas empresas esperam criar baterias de melhor qualidade para veículos elétricos, já que as análises que irão efetuar têm o potencial de encaminhar para novos tipos de material de origem que economizem tempo, custos e esforços futuros.

 

(Foto: Adi Goldestein/Unsplash, Divulgação)

Continuar a ler
Home
Preço dos combustíveis para a próxima semana: A previsão da AWAY
Garrafas de plástico reciclado vão ser utilizadas na construção de pneus