Energia

Gigabateria do Tâmega vai produzir 6% do consumo elétrico de Portugal

Sistema Eletroprodutor do Tâmega é considerado um dos maiores projetos hidroelétricos da Europa dos últimos 25 anos

Portugal ganhou mais um impulso na energia sustentável. Esta segunda-feira, 18 de julho, foram inauguradas as centrais hidroelétricas de Daivões, em Ribeira da Pena, e de Gouvães, em Vila Pouca de Aguiar, parte integrante do Sistema Eletroprodutor do Tâmega (SET). Quando estiver em pleno funcionamento, este contemplará três barragens no distrito de Vila Real, as duas já inauguradas e uma terceira, a do Alto Tâmega, ainda em fase de desenvolvimento.

O projeto do SET, também conhecido como gigabateria hidroelétrica do Tâmega, foi concessionado à espanhola Iberdrola e implicou um investimento total de 1,5 milhões de euros. É considerado um dos maiores projetos hidroelétricos na Europa dos últimos 25 anos.

Esta gigabateria da Iberdrola permite-nos produzir energia e permite-nos sobretudo importar menos 160 mil toneladas de petróleo para produzir a mesma quantidade de energia”, afirmou o primeiro-ministro, António Costa, durante a inauguração que contou também com a presença do presidente da Iberdrola, Ignacio Sánchez Galán e do ministro do Ambiente e da Ação Climática, Duarte Cordeiro.

Presidente da Iberdrola, Ignacio Sánchez Galán, primeiro-ministro, António Costa, e ministro do Ambiente e da Ação Climática, Duarte Cordeiro 

As centrais de Daivões e de Gouvães, que foram hoje inauguradas e que entram em funcionamento, têm a potência instalado de 998 MW. Quando o complexo estiver totalmente funcional, com as três centrais, a potência instalada será de 1158 MW, com uma produção anual de 1760 GWh, valor que representa 6% do consumo elétrico do país.

"Com este investimento, vamos reduzir o equivalente a 1,2 milhões de toneladas de dióxido de carbono (CO2)”, sublinhou António Costa, citado pela Lusa.

Além disso, de acordo com a Lusa, a gigabateria hidroelétrica é capaz de armazenas 40 milhões de KWh, o equivalente à energia utilizada por 11 milhões de pessoas durante 24 horas. Isto faz do SET um dos maiores sistemas de armazenamento de energia da Europa.

A construção da barragem e central termoelétrica do Alto Tâmega deverá ficar concluída no último trimestre de 2023 e espera-se o início da operação comercial para meados de 2024.

O complexo do Tâmega foi apresentado oficialmente em 2009, tendo as obras começado em 2014.

(Fotos da construção: Iberdrola; fotos inauguração: J. Coelho/Lusa)

Continuar a ler
Home
Alterações climáticas impactam nascimento das tartarugas
Preço dos combustíveis desce hoje: vê a nossa previsão
Descobre este veículo de transporte coletivo autónomo e a hidrogénio