Energia

BritishVolt quer revolucionar produção de baterias e começa com incentivos aos funcionários

Orral Nadjari, CEO da Britishvolt, incentiva os seus colaboradores com distribuição de ações no valor aproximado de 86 milhões de euros.
Texto

Os trabalhadores da empresa britânica fundada em 2019 Britishvolt têm agora mais motivos para sorrir, com a transferência de ações que lhes foi feita pelo fundador e CEO Orral Nadjari.

Ao que tudo indica, o empreendedor de 39 anos tem o objetivo de cotar a sua empresa na Bolsa de Londres e daí decidiu oferecer um incentivo aos seus cerca de 100 colaboradores – parte da sua participação na empresa produtora de baterias que, de acordo com dados da agência Bloomberg, terá um valor aproximado de 86 milhões de euros.

Orral Nadjari, CEO British Volt

A entrada da Britishvolt em bolsa está a ser considerada como forma de financiar o projeto, no valor de cerca de 3 mil milhões de euros, destinado à produção de baterias para veículos elétricos, que inclui a construção da primeira mega fábrica para esse efeito no Reino Unido.

Com esta medida, Orral Nadjari, um turcomano criado na Suécia, alienou cerca de 6 milhões de ações (20% da sua participação), embora permaneça como um dos maiores proprietários da Britishvolt. A sua participação pessoal tem um valor superior a 255 milhões de euros, com base nos últimos registos da empresa.

À parte da doação de ações aos funcionários, soube-se agora que a Britishvolt passou a ter a empresa anglo-suíça Glencore como nova acionista, embora não seja conhecida a dimensão do investimento ou os termos financeiros. "Este é um enorme passo na direção certa", sublinhou Orral Nadjari numa declaração sobre a decisão da Glencore.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
5 dicas para usares tecnologia de forma ambientalmente responsável
Estes painéis solares de cor terracota são discretos e quase desaparecem no telhado
Primavera sem andorinhas? Número destas aves está em declínio