Energia

Goldenergy vai aumentar o preço do gás em cerca de seis euros

Depois da Galp e da EDP, a Goldenergy anunciou aumento a partir de outubro e até ao final de 2022
Texto
Goldenergy anuncia aumento do preço do gás
Goldenergy anuncia aumento do preço do gás

São seis euros de aumento para entrar em vigor já a partir de dia um de outubro. A Goldenergy anunciou um aumento do preço do gás no segmentos residencial e pequenos negócios, o qual irá vigorar até ao final do ano.

Em comunicado citado pela agência Lusa, a Goldenergy confirmou que o aumento no valor médio de seis euros (já com impostos) irá afetar a maioria dos seus clientes. Os custos dos acessos regulados, a volatilidade do mercado e a escalada de preços do gás são os motivos apresentados pela empresa comercializadora de energia para este ajuste de preçário.

Miguel Checa, presidente executivo da Goldenergy, assegurou que a empresa continua a fazer um “esforço por efetuar um aumento controlado, ainda que inevitável, dos preços do gás, com o intuito de minimizar o impacto nos seus clientes”.

O aumento no preço do gás agora anunciado pela Goldenergy segue-se aos aumentos também já comunicados pela EDP e pela Galp, igualmente a entrarem em vigor a partir de outubro. Perante este cenário, o Governo vai propor o levantamento das restrições legais de acesso ao mercado regulado de gás natural.

Desta forma, cerca de 1,5 milhões de clientes, segundo estimativa de Duarte Cordeiro, ministro do ambiente, poderão optar por abandonar o mercado livre e celebrar contrato com um comercializador do mercado regulado. Recentemente o governante salientou que os preços do gás natural praticados no mercado regulado podem ser menos de metade face aos aplicados no mercado livre.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
TAP encomenda dezenas de BMW enquanto recebe dinheiro do estado
Benfica vs PSG condiciona trânsito em Lisboa. Vê aqui tudo
Comboio de alta velocidade a hidrogénio arranca em Espanha em 2023