Energia

Inverno mais frio? Portugal poderá ter quebra nas importações de gás

Chuvas e inundações em África estão a impactar a produção e fornecimento de gás natural que deveria vir para Portugal
Texto
Galp alerta que pode haver quebra de fornecimento de gás (Foto: Pixabay)
Galp alerta que pode haver quebra de fornecimento de gás (Foto: Pixabay)

As inundações na Nigéria poderão impactar o fornecimento de gás natural a Portugal. O alerta foi dado pela Galp que recebeu um aviso do seu principal fornecedor, a empresa Nigeria LNG, a informar que as chuvas e as inundações provocaram uma redução substancial na produção e fornecimento de gás natural liquefeito (GNL).

As chuvas torrenciais fora de época estão a provocar inundações em vários países de África, e a Nigéria é dos mais atingidos, havendo 1,4 milhões de pessoas desalojadas e mais de 600 mortes registadas. Isto levou a um problema na produção de gás no país.

Inundações na Nigéria
Inundações na Nigéria (Foto: AP)

Numa nota enviada à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a Galp referiu que a Nigeria LNG não disponibilizou informações que suportem a avaliação dos potenciais impactos dos eventos climatéricos que têm ocorrido.

A empresa energética portuguesa alertou que é possível que hajam perturbações adicionais no fornecimento de GNL.

O mês passado, o ministro do Ambiente e da Ação Climática Duarte Cordeiro já tinha referido que se a Nigéria não cumprisse com as entregas de gás esperadas que o país ia ter um problema de fornecimento no inverno, refere a Reuters.

Em 2021, Portugal importou 2,8 mil milhões de metros cúbicos de GNL da Nigéria, o que equivale a perto de 50% do total de importações.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Novo elétrico Citroën ë-C4 X chega a Portugal e já há preços
Maior central híbrida solar e hidroelétrica de África está a nascer no Gana
Vê como um frango pode alimentar milhares de pessoas