Energia

Maior parque de energia eólica do mundo vai fornecer 13 milhões de casas

Parque com milhares de turbinas eólicas na China vai começar a ser construído até 2025 e terá capacidade para gerar 43,3 GW
Texto
Parque de energia eólica offshore (Foto: CFOTO/Future Publishing via Getty Images)
Parque de energia eólica offshore (Foto: CFOTO/Future Publishing via Getty Images)

Aquele que é considerado o maior parque de energia eólica do mundo, com capacidade de produção de 20 GW, encontra-se na China. No entanto, parece que está prestes a perder o título para uma nova instalação de turbinas eólicas no mesmo país.

Este novo projeto de produção de energia eólica offshore terá capacidade de 43,3 gigawatts (GW), mais do dobro do atual parque eólico com maior capacidade. Será construído no estreito de Taiwan.

A capacidade de produção anunciada é, no mínimo, impressionante, já que com apenas 1 GW se consegue dar energia para cerca de 300 mil habitações. Assim, os 43,3 GW vão gerar energia para quase 13 milhões de famílias.

Parque energia eólica - AWAY
Parque eólico offshore (Foto: N. Doherty/Unsplash)

O novo projeto eólico foi apresentado pela cidade de Chaozhou, na província de Guangdong. Os milhares de turbinas eólicas vão ser colocadas a entre 75 e 185 quilómetros da costa e irão ocupar uma extensão de cerca de 10 quilómetros.

A construção do parque de energia eólica offshore deverá começar antes de 2025.

Em 2021, a capacidade de produção de energia eólica a nível mundial era de cerca de 830 GW, sendo que mais de metade era produzida na China. Nesse mesmo ano, o país asiático foi o que avançou com mais projetos de energia eólica do mundo.

A aposta nas renováveis vai ao encontro da China de gerar um terço da eletricidade que consome a partir de fontes sustentáveis até 2025.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Sabias que 1 em cada 4 EV utilizam baterias da Coreia do Sul?
Preço da gasolina e do gasóleo desce na próxima segunda-feira. Vê aqui
Autocarro português a hidrogénio está a chegar à Europa