Energia

Tesla vai receber muito em breve baterias elétricas da chinesa BYD

Elon Musk quer aumentar eficiência energética e reduzir custos usando baterias mais baratas na Tesla
Tesla
Tesla

Os rumores de que o fabricante chinês BYD iria passar a fornecer baterias elétricas à Tesla remontam a agosto do ano passado. Agora foi o próprio vice-presidente executivo da fabricante de automóveis chinesa que fez o anúncio.

Lian Yubo, assegurou, em entrevista à televisão estatal chinesa CCTV, que a empresa vai fornecer baterias à norte-americana Tesla, “muito em breve”, colocando assim a comunidade Tesla em alerta.

A BYD deixou recentemente de produzir veículos a combustão e produz baterias para os seus próprios veículos elétricos e híbridos.

A empresa apresentou em 2020 a bateria Blade ou “célula única”, baseada na tecnologia de fosfato de lítio de ferro (LFP), garantindo que é mais eficiente e segura do que outras alternativas no mercado, por apresentar menor tendência para superaquecimento.

Mas há outra razão. Notícias da Yohnap News no final do ano passado davam conta de que, com esta operação, a empresa de Elon Musk poderia atingir uma redução de custos da ordem dos 15 por cento.

Até à data, a gigante chinesa CATL é a única empresa que fornece baterias LFP à Tesla, que as usa desde 2020 para os modelos elétricos que fabrica na sua fábrica na cidade chinesa de Xangai.

Segundo a Tesla, cerca de metade dos veículos produzidos no primeiro trimestre foram equipados com baterias LFP, mais baratas do que as baterias de níquel-cobalto, normalmente usadas na Europa e Estados Unidos.

Continuar a ler
Home
Combustíveis: gasóleo vai finalmente descer na próxima segunda-feira
Supervan desportiva de entregas rápidas com 1.470 kW
Carros elétricos usados. Uma boa opção? O que ter em conta?