Energia

Barragens em alta: produção de energia hídrica bate recorde em Portugal

Forte precipitação e aumento do caudal dos rios permitiram um novo recorde de produção de energia
Texto
Barragem/Centro de produção de energia hídrica (foto: REN)
Barragem/Centro de produção de energia hídrica (foto: REN)

A Rede Elétrica Nacional (REN) anunciou um novo recorde de produção de energia verde com o registo de um novo pico máximo de produção de energia hídrica na rede nacional de 6531 MW às 17h30 do dia 4 de janeiro de 2023.

Este novo recorde só foi possível devido à elevada precipitação verificada nesse período e ao aumento do caudal dos cursos de água. Em comunicado a REN refere que foi registado uma produção total de 99 GWh no dia 4 de janeiro, o triplo do mesmo período em 2022.

O novo recorde supera o anterior registo que datava de 21 de março de 2018 (6318 MW) e contribuiu ainda com quase 2/3 do consumo total de energia, enquanto o saldo de trocas com o estrangeiro saldou-se na exportação de 4 GWh.

Em 2022, o índice de produtibilidade hidroelétrica registou 0,63 (média histórica de 1). Com exceção dos últimos dois meses do ano, as afluências muito reduzidas levaram a uma descida da produção anual hidroelétrica em 36%. Em dezembro, a forte precipitação que se fez sentir fez aumentar o índice de produção hidroelétrica para 1,67 (média histórica de 1).

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Plano da União Europeia vai ajudar a salvar as abelhas
Base logística do Intermarché já tem painéis solares fotovoltaicos
Antártida tem um novo iceberg 15 vezes maior do que Lisboa