Energia

Instabilidade e aumento de custos de produção afetam construção de eólicas

Disrupções na cadeia de fornecimento provocaram perdas de lucro e obrigaram Siemens Gamesa a refazer planos para 2022
Texto
Siemens Gamesa com perdas de lucro
Siemens Gamesa com perdas de lucro

A Siemens Gamesa Renewable Energy, construtora de turbinas eólicas com sede em Espanha, viu-se obrigada a alterar os planos para 2022 depois de ter sofrido um decréscimo de lucros. A empresa não espera que a situação sofra melhorias este ano.

Para a Siemens Gamesa há vários fatores na origem do problema, entre eles interrupções na cadeia de fornecimento durante a fabricação que provocaram problemas de dinâmicas de mercado e dificuldade na execução de projeto no segmento onshore.

No início de 2022, a companhia já tinha referido que tensões na cadeia de fornecimento estavam a provocar aumentos nos custos de produção.

As condições de mercado pouco estáveis também estão a fazer com que os clientes da empresa de turbinas eólicas atrasem tomada de decisões em relação a possíveis investimentos.

De acordo com o divulgado pela companhia, de setembro a dezembro de 2021, houve uma queda de 20% nos lucros (cerca de 1,83 mil milhões de euros) face ao mesmo período de 2020. Também foi registado um prejuízo operacional de 309 milhões de euros.

A Siemens Gamesa espera que em 2022 haja uma diminuição de lucro entre 2% e 9% face ao ano passado.

(Fotos: captura e Unsplash)

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Cortiça portuguesa no interior dos elétricos Mobilize
Autocarro português a hidrogénio está a chegar à Europa
Maior central híbrida solar e hidroelétrica de África está a nascer no Gana