Energia

Cotação do barril de petróleo Brent sobe e combustíveis não vão aliviar

Brent sobe 3,79% e acaba semana nos 111,58 dólares por barril, ainda assim abaixo da semana passada
Texto
Exploração de Petróleo (Foto: M.Lupan/Unsplash)
Exploração de Petróleo (Foto: M.Lupan/Unsplash)

Durante toda a semana manteve-se o sobe e desce na cotação do barril de petróleo Brent mas chegada à passada sexta-feira, a cotação terminou em alta, face à véspera.

Ontem dia 13 de maio, a cotação do Brent, nos mercados futuros de Londres, para entrega em julho, fechou a valer 111,58 dólares por barril, uma subida de 3,79%, representando um aumento de 4,07 dólares face à véspera, mas, ainda assim, menos de 1% abaixo do fecho do período homólogo que se tinha fixado em 112,48 dólares (dados OilPrice cotação dia 13 de maio comparada com 6 de maio).

Esta volatilidade é gerada pelas incertezas com a Guerra na Ucrânia, possibilidade de embargo ao petróleo russo e receio dos investidores com a possível diminuição da procura, elevados preços de comercialização e novos confinamentos na China.

Nas próximas semanas o possível agravamento de tensões entre os países nórdicos e a Rússia poderá complicar ainda mais as previsões sobre o preço do petróleo. Já hoje a Rússia deverá cortar o fornecimento de eletricidade á Finlândia por alegada falta de pagamentos, mas com sinal de retaliação pela intenção de adesão à NATO por parte do país escandinavo.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Hiperdesportivo elétrico Pininfarina Battista arrecada 3 recordes
Precisas de abastecer? Espera por 2.ª feira. Combustíveis vão descer!
Halfbike, o triciclo que torna a mobilidade mais divertida